Quem nunca teve a oportunidade de se lembrar de bons tempos do passado quando ouviu aquela canção especial? Pois foi exatamente isso que a jovem Olivia Erway quis fazer quando se ofereceu para cantar um hino à sua bisavó, que sofre com o Mal de Alzheimer e está em tratamento.

A mãe da adolescente registrou o momento tocante e publicou no Facebook, mas não imaginava que fosse tocar tão fortemente os corações de tantos outros usuários com um vídeo tão singelo.

“Momento doce, quando eu pedi a Olivia que cantasse para sua bisavó e ela começou a cantar junto”, disse Holly Erway, ao compartilhar o vídeo em maio deste ano (2016). A postagem já ultrapassou 12 milhões de visualizações, somente a partir do perfil de Holly.

A família Erway estava reunida, desfrutando de uma visita à senhora idosa e Olivia Erway, sentou-se ao lado da bisavó, inclinou-se e perguntou: “A senhora quer que eu cante um hino?”.

A audição da idosa já não permitia uma boa compreensão de tudo que lhe diziam, mas o pai da moça ajudou, repetindo: “Ela vai cantar um hino para a senhora!”.

Então Olivia começou a cantar “How Great Thou Art” (“Grandioso és Tú”), um hino que era familiar para sua bisavó.

Enquanto a bela voz de Olivia ecoava pelo quarto, o inesperado aconteceu: a bisavó começou a cantar junto.

Assista ao vídeo

Música e fé

O momento musical que a família Erway é um poderoso exemplo de como a música e memória andam de mãos dadas. Além disso, também mostra o valor que a fé pode ganhar, enraizada nas mentes e corações das pessoas.

A Fundação de Alzheimer da América (EUA) sugere que a música seja incorporada ao trabalho de cuidado diário de uma pessoa que vive com demência ou Alzheimer e afirma que os benefícios são notáveis.

Com informações Guiame

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.