“O Governador ao invés de buscar bons exemplos de gestão para implantar em nosso Estado, está buscando é piorar a situação da população”, critica o presidente do SISEPE-TO

SONY DSC

A greve dos servidores públicos estaduais chega ao 14º dia, e os protestos continuam em todo o Estado. Na última sexta-feira, dia 19, os grevistas de Porto Nacional movimentaram a cidade realizando a “Carreata Contra o Calote”. Na manhã desta segunda-feira, 22, foi a vez de Palmas e Pedro Afonso realizarem protestos.

Na Capital, houve uma Caminhada na Praça dos Girassois, saindo da Secretaria da Segurança Pública. Os servidores do Quadro Geral, Saúde e Educação se uniram e protestaram contra o Governador Marcelo Miranda e exigindo o pagamento da data-base.

No protesto desta manhã, o clima também era de indignação com os últimos pronunciamentos do secretário-Geral de Governo e Articulação Polícia, Lyvio Luciano. “O SISEPE-TO tem visto o Governo dizer que não vai pagar a data-base porque vários Estados brasileiros também não pagaram. Que postura é essa de se inspirar nos maus exemplos? O Governador ao invés de buscar bons exemplos de gestão para implantar em nosso Estado, está buscando é piorar a situação da população. Isso é inaceitável. O SISEPE-TO repudia essa postura”, criticou o presidente Cleiton Pinheiro.

VEJA TAMBÉM
Barbosa diz que empréstimo precisa ser amplamente discutido e os municípios precisam ser contemplados
Manifestação em Palmas da Greve Geral dos servidores públicos do estado do Tocantins
Manifestação em Palmas da Greve Geral dos servidores públicos do estado do Tocantins

O protesto na Capital terminou em frente ao Palácio Araguaia. No local, o presidente do SISEPE-TO enfatizou ainda que o Governador precisa retomar o diálogo com os Sindicatos e negociar o pagamento da data-base. Logo após, os servidores seguiram para a Secretaria da Administração (SECAD) onde permanecem concentrados. Para esta terça-feira, 23, a concentração acontece na Assembleia Legislativa.

INTERIOR

Em Pedro Afonso, os servidores em greve também realizaram protesto nesta segunda. Eles caminharam pelas principais ruas da cidade, cobrando o pagamento da data-base.

Na última sexta-feira, 19, em Porto Nacional, uma carreata movimentou a cidade. Segundo o delegado regional centro-sul do SISEPE-TO, Silvano Pereira, a carreata demonstrou a união e a persistência dos grevistas. “Estamos firmes e fortes na greve, chamando a população para conhecer e compreender a nossa causa. O que temos recebido é amplo apoio de todos e maior adesão dos colegas a cada dia”, ressaltou.

Na sexta-feira, também houve protesto dos grevistas em Paraíso do Tocantins. (Com informações da Assessoria de Comunicação SISEPE-TO)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.