“O Governador ao invés de buscar bons exemplos de gestão para implantar em nosso Estado, está buscando é piorar a situação da população”, critica o presidente do SISEPE-TO

SONY DSC

A greve dos servidores públicos estaduais chega ao 14º dia, e os protestos continuam em todo o Estado. Na última sexta-feira, dia 19, os grevistas de Porto Nacional movimentaram a cidade realizando a “Carreata Contra o Calote”. Na manhã desta segunda-feira, 22, foi a vez de Palmas e Pedro Afonso realizarem protestos.

Na Capital, houve uma Caminhada na Praça dos Girassois, saindo da Secretaria da Segurança Pública. Os servidores do Quadro Geral, Saúde e Educação se uniram e protestaram contra o Governador Marcelo Miranda e exigindo o pagamento da data-base.

No protesto desta manhã, o clima também era de indignação com os últimos pronunciamentos do secretário-Geral de Governo e Articulação Polícia, Lyvio Luciano. “O SISEPE-TO tem visto o Governo dizer que não vai pagar a data-base porque vários Estados brasileiros também não pagaram. Que postura é essa de se inspirar nos maus exemplos? O Governador ao invés de buscar bons exemplos de gestão para implantar em nosso Estado, está buscando é piorar a situação da população. Isso é inaceitável. O SISEPE-TO repudia essa postura”, criticou o presidente Cleiton Pinheiro.

VEJA TAMBÉM
Ministro dos transportes confirma licitação da ponte de Xambioá
Manifestação em Palmas da Greve Geral dos servidores públicos do estado do Tocantins
Manifestação em Palmas da Greve Geral dos servidores públicos do estado do Tocantins

O protesto na Capital terminou em frente ao Palácio Araguaia. No local, o presidente do SISEPE-TO enfatizou ainda que o Governador precisa retomar o diálogo com os Sindicatos e negociar o pagamento da data-base. Logo após, os servidores seguiram para a Secretaria da Administração (SECAD) onde permanecem concentrados. Para esta terça-feira, 23, a concentração acontece na Assembleia Legislativa.

INTERIOR

Em Pedro Afonso, os servidores em greve também realizaram protesto nesta segunda. Eles caminharam pelas principais ruas da cidade, cobrando o pagamento da data-base.

Na última sexta-feira, 19, em Porto Nacional, uma carreata movimentou a cidade. Segundo o delegado regional centro-sul do SISEPE-TO, Silvano Pereira, a carreata demonstrou a união e a persistência dos grevistas. “Estamos firmes e fortes na greve, chamando a população para conhecer e compreender a nossa causa. O que temos recebido é amplo apoio de todos e maior adesão dos colegas a cada dia”, ressaltou.

Na sexta-feira, também houve protesto dos grevistas em Paraíso do Tocantins. (Com informações da Assessoria de Comunicação SISEPE-TO)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.