Durante inauguração do comitê do candidato Carlos Amastha (PSB) em Taquaralto, na noite dessa terça-feira, 23, o ex-secretário de Integração Social e Defesa do Consumidor da Prefeitura, Tiago Andrino (PSB), fez durar críticas aos principais adversários da coligação.

Andrino ironizou o fato de Cláudia Lelis (PV) só ser candidata este ano porque o marido, Marcelo Lelis, está inelegível por determinação da Justiça. E citou que Raul Filho, outro adversário do prefeito, está em vias de ser substituído pelo fato de sua candidatura se sustentar por meio de liminar por causa de ter sido pego na Lei da Ficha Limpa.

“Esses são nossos adversários: A candidata só está na disputa porque o marido não pode ser candidato. E o outro candidato vai ser substituído. A candidata carrega o peso desse desgoverno, dessa vergonha que se encontra o Hospital Geral de Palmas(HGP), sem comida para pacientes, acompanhantes e funcionários. Ela carrega o peso do desgoverno na insegurança que está no nosso Estado”, disse.

Derrotado por Amastha em 2012, Marcelo Lelis está inelegível até 2020 por causa da condenação por abuso de poder econômico naquele pleito. Já Raul, condenado pela Justiça Federal por crime ambiental, tem a candidatura sustentada por meio de liminar, uma decisão provisória que pode ser derrubada por instâncias superiores do Judiciário.

VEJA TAMBÉM
Rede de Mulheres Salto Alto da IIR promove conferências de mulheres

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.