Raul explicou que foi com ousadia que conseguiu deixar como legado 8 mil unidades habitacionais, e disse que pretende erradicar o déficit habitacional em Palmas
Raul explicou que foi com ousadia que conseguiu deixar como legado 8 mil unidades habitacionais, e disse que pretende erradicar o déficit habitacional em Palmas

Durante reunião organizada pelos candidatos a vereador(a), da região Norte, na noite de quinta-feira, 25, na praça da 603N, o candidato a prefeito de Palmas pela Coligação “Coragem Pra Fazer Diferente”, Raul Filho, reprovou a “gordura” no orçamento da Prefeitura sendo gasto com viagens, restaurantes, alugueis, entre outros investimentos desnecessários para o desenvolvimento da capital. O ex-prefeito lamentou o retrocesso e defendeu uma melhor distribuição dos recursos.

Sempre carismático com a população, Raul Filho, chegou acompanhado por lideranças e parlamentares federais e estaduais. Ele discorreu sobre a cultura de miscigenação em Palmas, devido à cidade ser povoada por pessoas de diversas regiões do país, e afirmou não ser possível governar conciliando interesse individual, se sobrepondo ao coletivo. “É hora de olhar para as pessoas e suas necessidades sociais, humanizar o cuidado com elas e deixar de maquiar”, frisou o republicano.

Raul 2O candidato a vice-prefeito de Palmas, pastor e vereador João Campos (PSC), listou a alta carga tributária, planta de valores, desemprego, e perseguição aos empresários, desde o pequeno ao grande, como atitudes arbitrária do atual gestor. “Precisamos de um executivo, que respeite o legislativo e principalmente a sociedade”, cobrou.

VEJA TAMBÉM
Cláudia Lelis participa de evento com Samuel Mariano em Palmas

Déficit habitacional

As mais de 8 mil unidades habitacionais, construídas no governo Raul Filho (2005-2012), foi um dos legados que renderam elogios para sua gestão. Raul explicou que foi com ousadia que conseguiu todo esse feito, e disse ainda que pretende como futuro prefeito de Palmas, erradicar o déficit habitacional.

Raul destacou ainda a política pedagógica, adotada em sua gestão, as condições de estruturas física para as escolas e valorização dos professores. “Investir na educação é um passo de sucesso para o futuro”, refletiu.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.