vitoria
Campanha divulgada nas redes sociais

A DPE-TO – Defensoria Pública do Estado do Tocantins está acompanhando o caso da colombiana Vitória Palma, que desapareceu na semana passada de dentro do HGP – Hospital Geral de Palmas. A irmã dela, Carolina Palma Lasprilla foi atendida nesta terça-feira, 30, pelo defensor público Arthur Luiz Pádua Marques, da área da Fazenda Pública e Registros. Ela está angustiada porque Vitória tem problemas mentais, não sabe falar português e está sem medicação desde que foi levada para o Hospital no dia 22 de agosto.

Vitória tem 26 anos e a irmã Carolina é a responsável legal. Ela mora no Brasil há cinco meses e desde que chegou a Palmas recebe tratamento psiquiátrico no HGP. No dia 22, quando teve uma crise, foi levada por uma equipe do SAMU para o Hospital. A irmã não pode acompanhar porque precisava ficar em casa cuidando dos filhos de Vitória, uma criança de cinco anos e um recém nascido de apenas 25 dias. No dia seguinte, quando conseguiu alguém para cuidar das crianças, foi visitar a irmã no HGP e teve a notícia de que ela
havia sumido. O desaparecimento foi registrado no dia 23, e a Polícia Civil investiga o caso.

VEJA TAMBÉM
Após caos na saúde, OAB-TO estuda pedido de intervenção federal no Tocantins

O defensor público Arthur Pádua informou que vai oficiar o Hospital Geral de Palmas e pedir o prontuário da paciente, que até o momento não foi fornecido à irmã, que já havia solicitado. Além disso serão oficiados também o CAPS – Centro de Atendimento Psicossocial,  o serviço social do HGP, e a equipe do projeto “Palmas que Te Acolhe” da Prefeitura de Palmas,  para que promovam a busca ativa da paciente pela cidade, principalmente em locais onde vivem
moradores de rua.

“Nesse momento precisamos muito da ajuda de todos para compartilhar a foto de Vitória na internet e nas redes sociais. Recomendamos ao HGP e ao CAPS que realizem buscas na cidade e esperamos que a paciente seja encontrada o mais rápido possível. Posteriormente vamos analisar a responsabilidade civil do desaparecimento da paciente”, afirmou o defensor público Arthur Pádua.

Campanha

A Defensoria Pública do Estado do Tocantins está divulgando a foto de Vitória na página da DPE-TO no Facebook e na conta no Twitter, e pedindo que as pessoas compartilhem a imagem para que chegue ao maior número de pessoas possível. Quem tiver alguma informação deve ligar para a Polícia no 190 ou para o número (63) 98435-6129

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.