biancaA polêmica entre os pastores Felipe Heiderich e Bianca Toledo continua. Nesta quarta-feira (31), Felipe, preso em julho acusado de abusar do enteado, usou as redes sociais para fazer acusações a Bianca. O pastor foi solto seis dias depois de ser detido no Rio de Janeiro.

O Ministério Público já ofereceu denúncia sobre o caso à Justiça, mas não pediu novamente a prisão do pastor. Ele está, porém, judicialmente proibido de se aproximar de Bianca e do filho dela.

Nesta quarta, o pastor afirmou que foi vítima de um “plano maquiavélico” e diz que é inocente. Ele afirma ainda que chegou a ser dopado, mantido em cárcere privado e levado a uma clínica psiquiátrica, onde foi dopado novamente e amarrado, segundo ele. Bianca afirmou, em julho,  que o pastor teria confessado as denúncias de abuso e tentado se matar, sendo levado a uma clínica psiquiátrica.

Bianca Toledo se manifestou por meio de seu advogado, Silva Neto, e negou a versão apresentada por Felipe. “Uma criança foi molestada e traumatizada para o resto da vida e agora ele está alegando isso como se fosse a vítima e uma criança de 5 anos o algoz. Nos vamos comparecer perante a autoridade policial na semana que vem e ela (Bianca) vai prestar esclarecimento sobre esse absurdo. Ele está dizendo que os médicos que deram o laudo são criminosos, todo mundo é criminoso menos ele? É um absurdo.”, disse ao Ego.

Felipe diz ainda que Bianca foi intimada para depor sobre acusações de cárcere privado e não compareceu. O advogado nega também. “Bianca não recebeu essa intimação. Ela viajou para Dallas, nos EUA, para um compromisso profissional”. Segundo ele, Bianca vai procurar a polícia e se colocar à disposição caso queiram ouvi-la.

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.
  • PC

    O advogado diz, uma crianca foi molestada e traumatizada? E a mae posta video 6 dias depois de descobrir isso dizendo estar muito feliz e pedindo presentes?