Da Redação JM Notícia

display
“A Autoridade Policial entendeu que a denúncia era grave e tinha provas suficientes para justificar a abertura de procedimento investigatória”. Foto: Reprodução

Após um período de silênico de ambas as partes sobre o polêmico caso envolvendo o casal Bianca Toledo e Felipe Heiderich, hoje, último dia de  agosto, “mais um capítulo se desenrola“, disse Felipe em uma postagem feita em seu Facebook na manhã desta quarta-feira, 31. Heiderich usou a rede social para expor a suposta ausência de Bianca Toledo em uma audiência onde ela seria ouvida sobre denúncia de cárcere privado contra Felipe.

“A Autoridade Policial entendeu que a denúncia era grave e tinha provas suficientes para justificar a abertura de procedimento investigatória, intimando todos os envolvidos a prestarem suas declarações, ao contrário de mim a outra parte simplesmente resolveu não aparecer à delegacia, ignorando a intimação e mostrando total desrespeito às leis do nosso país, e no dia seguinte viajou para os EUA como se nada devesse esclarecer” denunciou.

Segundo informou, a justiça já tem provas sobre a denúncia de cárcere onde ele foi “dopado e levado a uma Clínica Psiquiátrica (hospício) e mantido la, dopado e por vezes amarrado” e marcou a audiência intimando Bianca para explicar a acusação.

Confira abaixo a nota e as fotos postadas por Felipe Heidereich. Bianca Toledo ainda não se manifestou sobre a denúncia.

“A calúnia tem um poder de destruição tão grande que a própria Palavra de Deus declara veementemente que aqueles que falam mal do seu irmão não herdarão o Reino de Deus (1Co6.10) e também que Deus abomina aquele que planta contendas entre irmãos (Pv 6.19).

Mesmo tendo sido vítima de um plano maquiavélico, quase impossível de ser acreditado, decidi não revidar da mesma forma.

Não foi assim que meus pais me ensinaram e não foi assim que eu aprendi na Biblia.

Não irei à mídia para contar os podres da outra parte e quem me conhece sabe disso, e, por isso tem sido tão cruel.

Minha defesa será mostrando minha total e plena inocência em todos os pontos acusados.

Hoje mais um capítulo se desenrola.
Infelizmente apenas o primeiro deles.

Durante 8 dias fui mantido em CÁRCERE PRIVADO.

Fui dopado e levado a uma Clínica Psiquiátrica (hospício) e mantido la, dopado e por vezes amarrado, sofrendo coisas que, o só mencionar, angustia a alma.

Quando a justiça foi atrás de mim, eu me entreguei. SIM, EU MESMO ME ENTREGUEI e acreditei que minha inocência me daria a plena liberdade.

Hoje temos provas de que fui refém e mantido em cárcere e coagido.

A Autoridade Policial entendeu que a denúncia era grave e tinha provas suficientes para justificar a abertura de procedimento investigatória, intimando todos os envolvidos a prestarem suas declarações, ao contrário de mim a outra parte simplesmente resolveu não aparecer à delegacia, ignorando a intimação e mostrando total desrespeito às leis do nosso país, e no dia seguinte viajou para os EUA como se nada devesse esclarecer.

Coloco aqui a intimação e a passagem de ida.

Cabe a Justiça julgar.

Não me decepciono com as pessoas que acreditaram na outra versão e me crucificaram.
Muitos ainda acreditam e muita coisa ainda será esclarecida, mas não os culpo, porque eu mesmo acreditei durante muito tempo.

Ore ao Senhor, peça a Ele discernimento. Cuide das suas palavras, elas matam tanto ou mais que uma arma.

Que o Senhor nos guie em amor, perdão e da forma mais Bíblica possível, pois acredito que Deus fará justiça. Assim como Ele também usa a justiça dos homens para manifestar o Seu poder.
E eu creio na manifestação de ambas.

Orem por mim

Pr Felipe Heiderich

14102702_1188941087834739_2788920182054150818_n 14141655_1188941117834736_1785078878019331249_n

Entenda o caso

A pastora e escritora Bianca Toledo anunciou separação do pastor Felipe Heiderich em um vídeo, no mês de julho, publicado nas redes sociais. Em tom de tristeza, ela revela que Felipe era homossexual e cometeu pedofilia.

“O que eu descobri é muito grave, muito grave. No dia em que eu o confrontei, ele chegou a confirmar comigo que ele tinha um quadro de homossexualidade latente no tempo vigente do meu casamento com ele, o que me fez desejar cancelar esse casamento”, disse ela, explicando o motivo da separação.

Bianca conta que após um momento de confronto entre o casal, Felipe tentou suicídio numa noite em que ela não estava em casa. Depois disso, ele foi internado em uma clínica psiquiátrica. “Na clínica, ele foi diagnosticado com uma psicose maníaco depressiva, com neurose grave, duplas personalidades”, relata Bianca.

A escritora também falou sobre uma situação que envolve pedofilia. “Como mãe, eu posso dizer que esses foram os piores dias da minha vida. Ele está cautelado por crime de pedofilia. Eu estou aguardando a justiça do céu e a justiça da terra”.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.