imagem_materia
Ele disse que a presidente Dilma não está sendo afastada pelos senadores, mas pelo monarca Salomão. Foto:Reprodução

Ao discursar no Plenário nesta terça-feira (30), o senador Magno Malta (PR-ES) admitiu que o processo de impeachment não é um momento feliz para o Brasil, mas criticou a conduta da presidente Dilma Rousseff. Ele chegou a cantar “Deu pra ti, baixo astral”, dizendo ser uma homenagem a Dilma, por ser uma música cantada por Kleiton e Kledir, uma dupla do Rio Grande do Sul, estado onde a presidente começou sua vida pública.

Malta evocou a religião e a Bíblia para explicar o afastamento de Dilma. Na visão do senador, a eleição de Dilma e a derrota de Aécio Neves, nas eleições de 2014, fazem parte da “vontade permissiva de Deus”. Ele disse que a presidente Dilma não está sendo afastada pelos senadores, mas pelo monarca Salomão, rei de Israel, que disse no livro de Provérbios (16:18) que “a arrogância precede a queda”.

– O Brasil não é tolo. Estamos vivendo um momento ímpar. Existe a Lei de Responsabilidade Fiscal, que o PT não assinou e não vê a necessidade de obedecer – registrou o senador.

Com informações Agência Senado

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.