Cláudia Lelis (PV) declarou que gastará R$ 7.765.256,92 (sete milhões e setecentos e sessenta e cinco mil e duzentos e cinquenta e seis reais e noventa e dois centavos) para concorrer a prefeitura de Palmas
Ela disse também, que a responsabilidade da segurança pública não é somente do Governo do Estado, mas de todos, e a Prefeitura também precisa fazer sua parte.

Durante sabatina a um canal de televisão local, nessa quarta-feira, 31, a vice-governadora e candidata da coligação “Frente por Palmas”, Claudia Lelis (PV), explicou que fará uma gestão compartilhada.

“Em primeiro lugar, faremos uma gestão compartilhada, humana e com a participação efetiva da população. Uma Palmas para todos, pois todos nós construímos essa Cidade”, afirmou Claudia, adiantando que pretende dividir a Capital em 5 regiões e em cada uma haverá um superintendente da prefeitura, que ficará responsável em solucionar os problemas da comunidade de forma rápida e simples, sem burocracia, sem ter que esperar meses.

Programa Guarda Cidadão

Questionada sobre segurança pública, a vice-governadora destacou que terá em governo, como prioridade o programa guarda cidadão, uma ampla rede de proteção, que envolvera a comunidade, a Guarda Metropolitana e a Policia Militar. “Serão desenvolvidas ações conjuntas, integradas que juntamente com outras medidas irão coibir a criminalidade na Capital”, prometeu.

Escola Viva

Ela disse também, que a responsabilidade da segurança pública não é somente do Governo do Estado, mas de todos, e a Prefeitura também precisa fazer sua parte. “Não podemos ter segurança de qualidade, se não existe uma política social que realmente contribua para redução dos índices de desigualdade, é um circulo vicioso que afeta diretamente os jovens, que estão ai a mercê dos traficantes”, lembrou Claudia, que prometeu implantar o projeto Escola Viva, que irá democratizar o espaço escolar, com a participação efetiva da família, com atividades nos finais de semana, além de gerar emprego para nossos jovens, disse.

VEJA TAMBÉM
À evangélicos, Raul afirma que BRT foi uma "farsa", um "engodo para a população"

Social
Dentre as várias ações previstas em seu plano de governo para o Social, a candidata destacou que “será implantado em Palmas, o programa Viva a Vida, uma rede de proteção e recuperação de pessoas com dependência química, além de reativação dos CRAS, e a criação de centros de apoio e convivência da pessoa da melhor idade, vamos focar nossa administração nas pessoas”, disse. (Com informações da Assessoria)