Da Redação JM Notícia

Palmas Capital da Fé com Anderson Freire - Foto: Divulgação
Palmas Capital da Fé com Anderson Freire – Foto: Divulgação

Pastor Jededias Lima, ex-assessor de comunicação da Ciadseta e atual líder da AD da convenção no município de Novo Acordo, é um dos pastores que usa de maneira rotineira as redes sociais para expressar sua opinião a respeito dos fatos que permeiam o contexto cristão no estado. Muitas vezes já assim o fez, opinando sobre temas polêmicos e com isso ganhando elogios e (muitas) críticas. O fato é que o pastor Jededias não fica neutro quando lhe é solicitado uma posição.

Agora, em plena campanha eleitoral, o pastor veio novamente mostrar sua opinião de maneira clara e firme sobre um ponto que muitos candidatos ao paço municipal de Palmas têm usado para barganhar com o segmento evangélico – O evento Palmas Capital da Fé.

Criado na gestão do atual prefeito Carlos Amastha, o evento já faz parte do calendário cultural da capital e divide espaço com os tradicionais congressos promovidos pelas igrejas de diferentes ministérios.

“Sou evangélico, mas não vejo como sendo normal um grupo de pessoas ímpias organizar um evento de magnitude deste “Capital de fé” (Com segundas intenções e interesses escusos..) sendo que no mesmo período já é notório a realização de outros Grandes Eventos também de grande porte organizados por Igrejas Evangélicas”, disparou o pastor.

Apesar de concordar que o atual prefeito foi o único “que teve a coragem de acabar com o (tradicional) Carnaval”, o pastor diz não enxergar tantas mudanças e afirma que não vê “com boas intenções na realização deste evento chamado Capital da Fé o que para eles não passou de um Carnaval mesmo”.

Cabestro Eleitoral

Pastor Jededias diz na declaração que já foi mal compreendido por muitos líderes por causa dessas declarações dadas tempos atrás, pois estes tinham na verdade como cerne de suas defesas vantagens advindas dessa proposta que os beneficiava de alguma maneira.

jededias
Pr. Jededias Lima – Foto: Reprodução Facebook

“Porém hoje parece que alguém tenta fazer deste evento um cabresto eleitoral, para que os Evangélicos votem no atual gestor porque só ele fez isso quê a meu ver não contribui com o povo Evangélico.. Não concordo com isso.”, criticou.

“Eles esperam que os evangélicos sejam ingênuos a ponto de se verem obrigados a segui-los por causa dessa gracinha que fizeram…. É mais uma armadilha que estamos vendo e dessa vez ELEITOREIRA!!!!!”, finalizou Jededias.

Confira a declaração na íntegra:

Acho errado satanizar um candidato em detrimento de outro.. mas tenho pontos de grande discordância da atual gestão em Palmas… por exemplo sou Evangélico, mas não vejo como sendo normal um grupo de pessoas ímpias organizar um evento de magnitude deste “Capital de fé” (Com segundas intenções e interesses escusos..) sendo que no mesmo periodo já é notório a realização de outros Grandes Eventos também de grande porte organizados por Igrejas Evangélicas.. Concordo com meu amigo que disse que “ele o atual prefeito” foi o único que teve a coragem de acabar com o Carnaval, até aí tudo bem.. mas não os vejo com boas intenções na realização deste evento chamado Capital de Fé o que para eles não passou de um Carnaval mesmo.

Assim vimos em suas declarações em várias entrevistas após o Evento.. Quando disse isso primeira vez Muitos Líderes Religiosos não me compreederam porque os beneficiavam de alguma maneira. Porém hoje parece que alguém tenta fazer deste evento um cabresto eleitoral, para que os Evangélicos votem no atual gestor porque só ele fez isso quê ao meu ver não contrbui com o povo Evangelico.. Não concordo com isso.
Repito!!!!!
Nunca vi e não vejo boas intenções neste projeto chamado Capital da Fé.. eles esperam que os Evangélicos sejam ingênuos ao ponto de se verem obrigados a segui-los por causa dessa gracinha que fizeram…. É mais uma armadilha que estamos vendo e dessa vez ELEITOREIRA!!!!!
Isso aí é uma arapúca.. Você sabe o que é uma arapúca.. ? Pois é…
Pr Jededias Liama Lider da ADCiadseta em Novo Acordo TO.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.