Da Redação

biblia-jpg
A estratégia é utilizar o próprio Alcorão, livro sagrado para os muçulmanos, para explicar e falar sobre o Evangelho

É dentro de um contexto sociorreligioso majoritariamente muçulmano que o missionário Henrique Davanso e sua esposa, a Henriqueta Pechoto, desenvolvem seu ministério. Recentemente, o governo albanês adotou o sistema de discipulado coordenado por Davanso em alguns presídios. No mês de julho, foram atendidos, em uma única semana, 44 presidiários, a maioria muçulmanos. O missionário conta sobre um de seus acompanhamentos a um presidiário.

“Várias vezes nós tomamos café juntos quando ele ainda não estava preso. Agora, semanalmente, temos um estudo juntos sobre Jesus nos Evangelhos. O incrível foi que, recentemente, foi ele quem explicou tudo sobre Cristo aos seus companheiros de prisão, durante o nosso discipulado. Para nossa alegria e surpresa, este homem me chamou em um canto e me pediu uma Bíblia, afirmando que iria orar para que eu não me esquecesse de trazê-la para ele. Ele ainda não se converteu, mas estamos orando por este dia”, relata.

A estratégia é utilizar o próprio Alcorão, livro sagrado para os muçulmanos, para explicar e falar sobre o Evangelho. O Alcorão também fala que Jesus voltará para julgar todos os povos.

O jovem Jamir Kaloshi (nome fictício), muçulmano e amigo de nosso missionário, recebeu Davanso em sua primeira plantação de igreja na cidade de Bathory.

“Ele pegou alguns dos Novos Testamentos que estávamos distribuindo e rasgou em nossa frente, muito bravo, pois éramos os primeiros cristãos a chegar à cidade. Ele nos olhava com muita raiva. Mas com o tempo, ele passou a fazer parte de uma das equipes de futebol que organizamos e começamos uma boa amizade. Agora, ao nos reencontrarmos após alguns anos, tive a oportunidade de passar horas com ele tomando um bom café turco e falando sobre Jesus, dentro do Alcorão”, conta Davanso.

“Foi maravilhoso, pois pudemos explicar o Evangelho segundo o livro de João, segundo o qual o Verbo se fez carne e habitou entre nós. Jamir estava curioso e atencioso e completamos dizendo que o Alcorão fala que Jesus é a Palavra de Deus e que o Senhor criou todas as coisas. Ele ficou impressionado com todas as novidades acerca da verdade que estava escutando. Após algumas horas juntos, me pediu para fazer uma oração e eu falei para ele que, se a Palavra que compartilhei for verdadeira, Deus irá dar paz ao seu coração”, disse Davanso.

Eles já marcaram um novo encontro de estudo bíblico.

Interceda por este ministério e apoie com suas ofertas.

Com informações Missões Mundiais

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.