Prefeito-Amastha-40-B

Dezessete novos centros de saúde, 100% de atendimento em atenção básica, reforma da UPA Sul, construção da UPA Norte e construção de um ambulatório que terá capacidade de realizar cirurgias eletivas. Essas foram algumas das realizações da gestão de Carlos Amastha (PSB) na saúde de Palmas, nos últimos três anos e meio. “Muitos centros de saúde funcionavam em casas alugadas. Agora acabou! Tudo funcionando, lindo. Reformei a UPA Sul, que estava um desastre; construí a UPA Norte”, afirmou Amastha.

Hoje, as unidades oferecem conforto e comodidade aos pacientes e servidores. Os avanços do setor no município foram apresentados pelo próprio prefeito e candidato à reeleição pela coligação “Palmas Bem Cuidada” durante programa eleitoral. No programa, o prefeito foi a algumas das unidades de saúde para mostrar o funcionamento. “Prometi na campanha passada que ia melhorar bastante a saúde de Palmas. Visite nossas unidades de saúde e veja. Confira tudo, tudo mesmo”, pediu o prefeito.

RESPONSABILIDADES

Amastha também fez questão de esclarecer as responsabilidades da gestão municipal e a do governo do Estado na área da saúde. Conforme explicou, cabe à prefeitura o atendimento básico, do agente de saúde até as UPAs (Unidades de pronto atendimento) com emergência. “Atingimos 100% de cobertura com o [programa] Saúde da Família”, ressaltou.

VEJA TAMBÉM
Projeto de Moisemar busca prevenir uso de drogas em Palmas

Já ao governo do Estado cabe atuar na manutenção e atendimento de hospitais, como no caso de Palmas, o Dona Regina e o HGP (Hospital Geral de Palmas. “O HGP está há quatro anos em reforma”, lamentou o prefeito.

AMBULATÓRIO

Amastha também esteve no Ambulatório de Atenção à Saúde, que tem área de mil metros quadrados. “Além das consultas com especialistas, vamos poder fazer cirurgias eletivas, aquelas que têm muita gente na fila do HGP esperando. Enquanto o governo não assume sua responsabilidade, a prefeitura avança nos compromissos com a população palmense”, disse.

Amastha também esteve no Centro de Fisioterapia na Aureny III, que oferece tratamento de qualidade. “Estamos fazendo outro na zona norte da cidade”, lembrou.