Da Redação JM Notícia

AMASTHA_EMEP(3)
Para Amastha, o vereador João Campos(PSC) sempre trabalhou contra a sua gestão

Na última terça-feira, 06, o prefeito de Palmas Amastha (PSB) reuniu alguns lideres evangélicos para apresentar o balanço de sua gestão referente ao Palmas Capital da Fé e a regularização de áreas que foram doadas pela gestão e que já foram questionadas pelo Ministério Público Estadual. Amastha garantiu na ocasião que as doações foram legais e que irá ampliar o evento Palmas Capital da Fé, caso seja reeleito.

Durante a reunião, Amastha explicou o motivo de ter tirado alguns vereadores da base, citou o vereador pastor João Campos (PSC), candidato a vice-prefeito na chapa do ex-prefeito Raul Filho e disparou criticas indiretamente contra pastor Amarildo Martins, presidente estadual das Assembleias de Deus Madureira no Tocantins e Maranhão.

amasthapastoresPara Amastha, o vereador João Campos(PSC) sempre trabalhou contra a sua gestão: “Gente, o cara sempre trabalhou contra a gente, sempre, justamente pelo sectarismo, justamente por ser sectário”.

Críticas ao pastor Amarildo Martins

Sem citar o nome do pastor Amarildo Martins, mas chamando de líder do pastor João Campos (PSC), Amastha (PSB) disparou duras críticas, disse que ele só pensa no umbigo dele, afirmou que tentou atrapalhar o Palmas Capital da Fé e disse que ele (Pr. Amarildo), a quem se refere como líder, odeia a sua administração.

Ao finalizar, Amastha disse que o motivo de tirar o pastor João Campos da base, teria sido por causa do líder dele (Pastor Amarildo).

Confira a transcrição do áudio:

amasthapast
Prefeito Amastha durante reunião com pastores – Foto: Ricardo Costa

“Ele tem um líder e o seu líder só pensa no umbigo dele, então não adianta. Fizemos o Capital da Fé e ele foi o único que fez evento no dia do encerramento pra ver se prejudicava o grande evento. Então, eu chamei ele, pastor João não dá, não dá. Eu te digo uma coisa: Eu estou reconhecendo a sua fidelidade, eu sei que você não estará comigo.

Eu tenho certeza que seu líder me odeia. Ele não suporta a ideia que a gente faça a gestão que não seja ele. Então, o motivo de tirar ele da base foi esse”.

Participaram da reunião os pastores: Claudemir Lopes, pastor Carlos Roberto, da Igreja Casa da Bênção, pastor Suimar Caetano, presidente da AD Missão no Tocantins, pastor Suelismar Caetano, da AD Missão, e três padres, entre eles: Eduardo Zanon.

Ouça o áudio:

PREFEITO E AS POLÊMICAS

Carlos Amastha (PSB) é conhecido por suas posições fortes e polêmicas em relação aos seus adversários políticos. Em fevereiro deste ano, Amastha teria tentado impedir que o Governador Marcelo Miranda(PMDB) subisse ao palanque  durante abertura da mobilização contra o mosquito Aedes aegypti. Em outra ocasião, Amastha sem citar nomes, chamou os seus adversários de vagabundos e oportunistas.

No último dia 19 de agosto, o prefeito disparou mais uma contra seus adversários políticos  usando o seu microblog sem citar nomes e chamou os seus adversários políticos desta vez de lixo humano. Quero lembrar uma previsão que fiz muitos dias atrás. O que nunca foi candidato será substituído pelo maior lixo humano do Tocantins.

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.
  • Wagner Aguiar

    Sem contar que o atual prefeito se intitula “Ateu graças a Deus”.