SINDROME DA HIPERSENBILIDADE - Por Eliezer Barbosa
SINDROME DA HIPERSENBILIDADE – Por Eliezer Barbosa

Por Por Eliezer Barbosa Nascimento

“Eu me alegrarei no Senhor, exultarei no Deus da minha salvação.”

 ( Hb 3.17-18)

Segundo o dicionário na Wikipédia, hipersensibilidade é o “nome dado a uma alteração exagerada no organismo em uma resposta do sistema imune.” Mas observando segundo as escrituras percebemos que alguns personagens bíblicos vivenciaram a hipersensibilidade das circunstâncias vividas, que é uma resposta as pressões que atacam seu sistema mental, levando a uma reação de descontrole emocional, sentimental e espiritual.

Pessoas hipersensíveis são pessoas que mesmo vivendo a vida cristã, mesmo desfrutando da alegria da salvação vivem como uma bola de cristal. Qualquer atitude, reação ou palavra contrária ao seu pensamento lógico pode trincar o relacionamento com Deus e com o próximo. Levando em conta, que várias conclusões são formadas em sua mente. Como por exemplo: ninguém gosta de mim, ninguém se importa comigo, eu não sou ninguém, eu sou inútil mesmo entre tantos questionamentos que permeiam sua mente. Pessoas hipersensíveis procuram transmitir pra outras pessoas que é um coitadinho(a). Vivem com alma ferida, machucada por motivos supérfluos.

Pessoas hipersensíveis consideram que estão sós. As circunstâncias ao seu redor lhe assusta e perdem a esperança de que as coisas vão mudar. Pessoas que vivem esta síndrome, tudo que as pessoas falam, comentam ou transmitem com atitudes, afetam a sua autoestima. Precisamos entender que somos alegres não é por ausência de tribulação, mas apesar das tribulações temos a alegria do Senhor.

Encontramos um relato de uma história do profeta Elias, homem em que Deus honrou sua atitude de fé. Derramou fogo do céu por amor a Elias, foi o mais famoso profeta, predisse o início e o fim de uma seca de três anos e meio, foi usado por Deus para ressuscitar uma criança entre tantos prodígios realizados através de sua vida.

Imediatamente após descer fogo do céu, Elias partiu para o palácio em Jezreel, onde Jezabel mandou dizer que planejava matá-lo no dia seguinte. Estas palavras ecoaram em seu subconsciente levando ao desanimo, ao esquecimento do seu posto de serviço, a fraquejar em sua fé.

É doloroso pra Elias perceber que todo o seu trabalho prestado ao Senhor, não foi correspondido reciprocamente aos elogios e aplausos, mas sim de uma ameaça de vida.

Precisamos entender que momentos de vitórias espirituais são momentos vulneráveis; podemos ser suscetíveis tanto pra o orgulho como ao desencorajamento. A mesma coisa pode acontecer conosco. Quando as coisas vão bem, nossas expectativas são grandes. Então vem o revés, vem a palavra de ironia de um irmão, a reação de descontentamento de outro levando assim muitos a desencorajar na caminhada e produzindo um estado de inútil no serviço prestado ao Senhor.

Precisamos continuar servindo a Deus, independente da resposta dos outros. Vemos a demonstração de Habacuque que mesmo com o fracasso na colheita e a morte de animais devastarem Judá. Ele afirmou que até mesmo nos tempos de fome e perda ele ainda se regozijaria no Senhor. Os sentimentos do profeta não eram controlados pelos eventos ao seu redor, mas pela fé na habilidade que Deus tem de nos fortalecer.  Tire seu olhar de suas dificuldades e olhe para Deus. ´´Porquanto, ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimentos; as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja vacas, todavia, eu me alegrarei no Senhor, exultarei o Deus da minha salvação. ( Hb 3.17-18).

SOBRE O AUTOR

Eliezer Barbosa Nascimento

Evangelista pela COMADESMA, professor na modalidade normal em nível médio, bacharel em Teologia Cristã, pela FATAI: faculdade de Teologia Antioquia Internacional- Distrito Federal, Licenciado em Pedagogia pela Universidade Reunida, Pós- Graduado em Psicopedagogia pela Faculdade Reunida, Professor de Teologia pela FAPEGMA: Fundação Pedagógica Gregório de Matos, líder da Quarta da Restauração e Promotor de Missões da cidade de João Lisboa-MA

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.