Da Redação JM Notícia

Halum diz que votará a favor do impeachment da presidente Dilma
Halum diz que votará a favor do impeachment da presidente Dilma

Depois da polêmica e inexplicável retirada da candidatura do PRB à Prefeitura de Palmas, destituição de Rui Simon da presidência do PRB da capital e alinhamento da legenda à candidatura de Cláudia Lelis (PV) com apoio do deputado Federal César Halum, mais uma polêmica cerca o parlamentar em Araguaína, onde ele indicou o seu irmão, Nahim Halum como vice de Valderez Castelo Branco.

Desta vez, uma gravação que vazou no último dia 5 revela negociações políticas para escolha de candidatos a prefeito de Araguaína. No áudio, César Halum (PRB) afirma querer derrubar Ronaldo Dimas (PR), admite ter se ‘prostituído’ para apoiar Valderez (PP) e busca fortalecer o grupo da ex-prefeita. A gravação gerou grande repercussão pelas redes sociais e grupos de WhatsApp.

Ao site Araguaína Notícia o parlamentar disse que o trecho do diálogo trata-se de uma brincadeira, que foi mal interpretada e está “totalmente fora do contexto” da conversa.

Contexto da conversa

A gravação ocorreu às vésperas das convenções, realizadas em 5 de agosto, e vazou um mês depois.  Na época, César emplacava seu irmão Naim Halum (ex-secretário de Dimas) como vice de Valderez.  Na conversa, o parlamentar busca convencer um dissidente da ex-prefeita (que atua em outra campanha de prefeito em Araguaína) a regressar para fortalecer o grupo político de Valderez.

O áudio, editado sem a voz e identificação do interlocutor, inicia com trecho da fala de Halum sobre o objetivo da articulação. “Na verdade, todos nós queremos derrubar o Dimas pelo o que ele fez com todos nós, políticos. Acha que é superior a todo mundo, ele está com a estrutura na mão, para nós derrubar ele temos de estar junto,” afirma o deputado.

HALUMNa sequência da gravação, César insiste na articulação por apoio, diz que é preciso esquecer os “resquícios” e admite já ter se “prostituído” politicamente.  “Eu sei que tem algum probleminha, você pode ficar com um resquício com a Valderez. Eu mesmo fiquei foi muitos anos sem conversar. Até eu me prostituí. Então eu tenho direito de chamar os outros a se prostituir comigo,” diz o parlamentar.  Ele complementa. “Ficando juntos, você me fortalece. Se não tiver muita gente comigo, às vezes ele me dá rasteira também (risos)”.

Versão de César

Ao AN o deputado federal César Halum falou sobre o teor da gravação,  criticou a  “disfarça” da pessoa de publicar a gravação editada sem a ‘honradez’ de se identificar. “Um áudio totalmente fora do contexto. Me mandaram e eu ouvi aqui, até um sorriso meu tem quando eu falo. Percebeu isso?”

Halum ressaltou que o povo do Tocantins e de Araguaína conhece ele, um político sério e  Ficha Limpa.  Explicou que muitos o conhecem como um homem bem humorado e sabe que sempre nas colocações faz uso de brincadeiras. “Se essa [brincadeira] foi mal interpretada, peço desculpas.”

Ouça o áudio

COMPARTILHAR

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.
  • Moacir Guedes

    Pratica comum dos políticos. Fisiologismo, corporativismo conchavos e negociatas. As suas convicções morais são flexíveis. Esse cidadão que se diz representar os eleitores votou contra a diminuição da maioria penal. Não me representa!