unnamed
candidato pastor Moisés (PSC) ao lado do presidente estadual do partido, deputado Osires Damaso

O Partido Social Cristão (PSC) está confiante para conquistar uma vaga na Câmara Municipal de Palmas através do candidato a vereador pastor Moisés, que vem recebendo o apoio não só das igrejas, mas da comunidade palmense.

Para o pastor Moisés, parte considerável do apoio que vem recebendo dá-se ao fato de ser um pioneiro na Capital e devido ao seu trabalho no ramo pastoral, no qual atual há quase duas décadas. Outros grandes fatores, segundo aponta o ainda o candidato,  são o contato com o eleitor e a apresentação de propostas de trabalho consistente com a realidade da cidade. “O poder público precisa criar políticas sociais igualitárias e essa também será uma das minhas bandeiras enquanto vereador, assim como pretendo trabalhar por uma educação de qualidade, que permita às pessoas ter uma melhor qualidade de vida através da educação”, destaca.

O presidente do PSC, deputado Osires Damaso, apoia o candidato. “Os candidatos do PSC de todo o Tocantins podem contar com meu apoio, em especial os da Capital, por concentrar a maior população do estado”, acrescentou o parlamentar.

VEJA TAMBÉM
Tiago Andrino diz que Cláudia Lelis carrega o peso do desgoverno

Apesar do desempenho, Pr. Moisés lembra que o bom desenvolvimento do projeto deve-se também aos parceiros, como pastores e membros das igrejas. “A campanha vem ganhando força gradualmente, recebendo a adesão de obreiros e pastores, como é o caso dos pastores Erosalte Gomes, Pr. Ivan Carlos Augusto da Fonseca, líder do Ministério Monte Sinai em Palmas e do Pastor Francisco das Chagas que, apesar de não estarem inseridos na política, me autorizaram a buscar apoio em suas respectivas igrejas”, comentou.

Nos próximos dias, o candidato a vereador Pastor Moisés deverá intensificar as reuniões e buscar apresentar seus projetos à população, bem como do candidato a prefeito de Palmas, Raul Filho (PR) e do vice, Pastor João Campos (PSC).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.