putsDepois de saber sobre o requerimento de Sóstenes Cavalcante lhe convocando para a CPI da Lei Rouanet, o ator José de Abreu rasgou o verbo nas redes sociais, informou a coluna Radar Online de Veja.

Disse que não precisaria de convocação para ir à CPI, somente um convite e o envio de uma passagem Paris-Brasília, uma vez que, segundo postou, mora na capital francesa.

Devido a ligação de Sóstenes com Silas Malafaia, Abreu ainda disse que a convocação é uma armação do pastor e que será usada para “desmoralizar esse mito de que a Lei Rouanet é uma espécie de bolsa-família para artistas”.

Sóstenes, por sua vez, disse que também apresentou um recurso para convocar a ex-mulher de Abreu, Camila Mosquella, que foi proponente da turnê “Fala, Zé”, criticada pelo deputado e por Malafaia por ser um projeto de 2005, com todos os recursos captados pela Petrobras e ainda com a prestação final em aberto.

Por fim, Sóstenes disse o seguinte:

“A CPI tem recursos para fazer uma investigação se necessário até na China, vamos convocá-lo sim! Se necessário tenho convicção que até a Polícia Federal vai buscá-lo, não vamos brincar de CPI.”

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.