pastor_ed
Ele estava na porta da casa de um amigo quando foi surpreendido.Foto: Reprodução

Um pastor de uma igreja evangélica em Filadélfia, norte do Tocantins, foi assassinado a tiros na noite desta quinta-feira (15). Ele estava na porta da casa de um amigo quando foi surpreendido. O pastor identificado como Luiz Carlos de Sousa, 47 anos, foi atingido por quatro disparos. O suspeito do crime estaria em uma motocicleta. Após o homicídio, ele fugiu.

Segundo o informações do portal G1, a  Polícia Militar disse que o assassinato aconteceu por volta das 19h40, quando policiais militares ouviram disparos de arma de fogo e logo depois viram um homem sair em alta velocidade em uma motocicleta. Os militares fizeram a perseguição, mas o suspeito conseguiu fugir.

Momentos depois, a polícia disse que identificou um suspeito que estava em uma lanchonete da cidade. O jovem de 20 anos explicou que havia emprestado a motocicleta para um desconhecido. Ele foi preso por suspeita de fornecer o veículo para a prática do assassinato.

As motivações do crime não foram informadas. O homem que efetuou os disparos ainda não foi encontrado pela polícia. (G1)

Segundo caso em um mês

O caso ocorre em menos de um mês em que outro líder evangélico foi covardemente assassinado na cidade de Aragominas, no dia 03 de setembro.

Candidato-558x352
Dionny de Lima Alves, candidato a vereador pelo PRB em Aragominas morto a tiros em Aragominas. Foto: Reprodução

Dionny de Lima Alves, candidato a vereador pelo PRB em Aragominas foi morto a tiros em Aragominas (TO). Dionny tinha apenas 33 anos e era vice-pastor de uma igreja da convenção Ciadseta na região. O fato aconteceu após uma discussão.

Conhecido como  Dionny da Farmácia, a vítima era bastante popular na cidade e disputava o cargo de vereador nestas eleições.

A Polícia Militar informou que a motivação do crime ocorreu após o autor se desentender com a vítima.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.