Desde muito cedo em sua vida, Caleb Sierra já prega o evangelho. Há vídeos dele com 8 anos já compartilhando a Palavra e louvando na igreja a que pertence. Agora, aos 11 anos, ele é o mais jovem entre os líderes cristãos que participaram do evento “Uprising” [Despertamento] na Coreia do Sul, este mês.

Pessoas de 37 países se reuniram para orar e jejuar, em um esforço para clamar que Deus traga a juventude de volta à igreja.

O desejo desse esforço global de oração é reverter a tendência de queda pela qual passa o cristianismo em várias partes do mundo. A verdade é que os jovens estão mais interessados em tecnologia, esportes e música que em Deus. Essa é a conclusão do pastor Jerome Ocampo: “essas são as armas de distração em massa”.

Para ele é preocupante a atitude dessa geração, chamada de milenials, pois nasceu na virada do milênio.

Fundador do ministério Revolução de Jesus, ele acredita que a igreja atual se mostra incapaz de alcançar e inspirar os jovens. Isso só pode ser mudado com muita oração. “Estamos vendo sair daqui jovens muito animados. Eles vão mudar o mundo”, comemora Ocampo.

O pastor foi um dos organizadores do Uprising, realizado na Coreia do Sul, onde a igreja luta pela reunificação das duas nações, divididas em norte e sul pela ideologia comunista. A situação do país é um bom exemplo do que acontece no planeta.

Durante anos, a igreja coreana foi um exemplo. A Coreia do Sul é a segunda maior nação no envio de missionários no mundo, perdendo somente para os Estados Unidos.

Mesmo assim, na última década, a população cristã na Coreia do Sul caiu de 25 para 15%. “O materialismo e o secularismo tomaram conta. Além disso, os escândalos envolvendo líderes têm afetado a integridade da Igreja. A Igreja deixou de ser sal e luz e o coração das pessoas está longe de Deus. Eu acredito que a oração é a chave que vai resolver o nosso problema”, disse o pastor Dong Park.

No último dia do evento, os participantes se reuniram perto da fronteira norte-coreana para momentos de oração, adoração e clamor. Eles pediram que Deus capacite os jovens a derrotar os “gigantes” de sua geração como fez com Davi antes de enfrentar Golias.

O jovem Caleb Sierra, acredita que há motivos para se esperar um avivamento. “Estou muito animado. Vai haver mais unidade, amor, alegria, paz e paciência em todos os países a partir de agora”, asseverou. “Queremos ver de novo uma só Coreia, por que Deus quer a unidade. Deus ama a unidade, e eu acredito que isso vai acontecer.”
Assista:

Com informações CBN via Gospel Prime

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.