Decisão foi publicada nesta segunda-feira

mpe_ques_arma_viatura_pc_greve_no_tocantins_

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) acolheu a manifestação do Ministério Público Eleitoral (MPE) e manteve a sentença que indeferiu pedido de registro de candidatura de Thiago Bruno Pereira Araújo para concorrer ao cargo de vereador em Aliança do Tocantins/TO.

A decisão foi proferida nesta segunda-feira, 19, após pedido de impugnação apresentado pela Promotora Eleitoral Waldelice Sampaio Moreira Guimarães, em virtude de o então candidato não ter comprovado domicílio eleitoral com a antecedência mínima de um ano das eleições municipais de 2016.

Na argumentação, a Promotora Eleitoral cita o Artigo 92 da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/97). “Para concorrer às eleições, o candidato deverá possuir domicílio eleitoral na respectiva circunscrição pelo prazo de, pelo menos, um ano antes do pleito, e ter a filiação deferida pelo partido no mínimo seis meses antes da data da eleição”, comentou Waldelice Sampaio.

Em sua decisão, o Juiz Eleitoral Rubem Ribeiro de Carvalho relata que apesar de o candidato afirmar que teria vínculo afetivo, familiar, patrimonial e trabalhista com o município de Aliança do Tocantins, isto não afasta a necessidade de reconhecimento da comprovação de domicílio eleitoral no respectivo município para concorrer ao pleito eleitoral de 2016. (Com informações da Assessoria do MPE)

VEJA TAMBÉM
Adriano assina compromisso com servidores públicos de Colinas

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.