MPEO Ministério Público Estadual (MPE) obteve êxito em uma Ação Civil Pública em desfavor de dois matadouros localizados no município de Alvorada. A decisão liminar, publicada na última sexta-feira, 16, atendeu aos pedidos e determinou a imediata interdição dos matadouros Ki Carnes e Boi Gordo, até que sejam realizadas as melhorias propostas.

A Promotora de Justiça Renata Castro Rampanelli Cisi, autora da Ação, relata que as investigações comprovaram que os dois matadouros vêm realizando o abate de animais em desacordo com as normas da vigilância sanitária, além de descartar resíduos sem o devido tratamento.

“Os matadouros foram inspecionados pela Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec), ocasião em que foram encontradas diversas irregularidades. Ficou constatado que estes estabelecimentos comerciais funcionam precariamente, que os resíduos sólidos e líquidos não têm o descarte adequado, e ainda, que são abatidos e comercializados animais bovinos adultos e vitelos em condições impróprias para o consumo”, comentou Renata Castro.

A decisão liminar foi concedida pelo juiz de direito Fabiano Gonçalves Marques, da Comarca de Alvorada. As empresas têm 30 dias para regularizar a situação, a fim de garantir o retorno às atividades. A multa em caso de descumprimento é de R$ 1 mil por dia. (com informações da Ascom do MPE)

VEJA TAMBÉM
MPE quer que Energisa suspenda cobrança de ICMS sobre tarifas de transmissão de energia elétrica no TO
COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.