“Nos meus oito anos de governo foi 6h, os próximos quatro também será”, garantiu.
“Nos meus oito anos de governo foi 6h, os próximos quatro também será”, garantiu Raul Filho  – Foto: Antônio Gonçalves

O candidato a prefeito de Palmas Raul Filho (PR), pela coligação Coragem Pra Fazer Diferente, firmou compromisso com os funcionários públicos da capital, caso eleito, irá restabelecer a jornada de trabalho para 6h. “Nos meus oito anos de governo foi 6h, os próximos quatro também será”, garantiu.

Raul Filho participou de debate realizado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Palmas (Sisemp), para apresentar propostas e discutir necessidades para melhoria da qualidade de vida do funcionário público.

A ausência do prefeito Carlos Amastha em mais um debate – já havia faltando na Unitins – foi motivo de críticas pelos candidatos participantes e por um líder sindical. “Um descaso com as demandas do servidor municipal, lamentamos a ausência do candidato Amastha”, disse o presidente da Nova Central Sindical do Tocantins, Cleiton Pinheiro.

O debate contou ainda com a participação da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Tocantins. O presidente da OAB, Walter Ohofugi, lançou perguntas aos candidatos sobre caixa 2, o fim das doações de empresas para as campanhas eleitorais, além de aumento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) e Imposto Sobre Serviços (ISS).

VEJA TAMBÉM
No Santo Amaro, ex-secretário de Amastha declara apoio a Raul Filho

Raul defendeu que, em seu governo (2005-2012) esses impostos eram 3%, e o atual prefeito ao assumir o comando da prefeitura subiu para 5%. Seguindo a linha de repúdio do candidato Raul filho, a política de elevação das tributações aplicadas por Carlos Amastha, foi também reprovada pelos outros candidatos.

As propostas e benefícios para os servidores municipais com o plano de cargos e carreira, habitação, plano de saúde, previdência, pagamento das progressões e data-base, além da jornada de trabalho, foi o foco da sabatina.

Participaram os candidatos Raul Filho (PR), Cláudia Lelis (PV), o ex-deputado Sargento Aragão (PEN) e o deputado Zé Roberto (PT)

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.