“Não dá mais para a cidade sobreviver somente com os salários dos servidores estaduais e municipais, a cidade precisar gerar emprego e renda”, defende Delbes
Delbes Barbosa candidato a vereador de Palmas pelo PSDC – Foto: Divulgação

Da Redação JM Notícia – Cansado de ser mal representado pelos políticos que estão no poder, Delbes Barbosa (PSDC) diz que entra na política para fazer a diferença e pela defesa da família, da saúde de qualidade e da industrialização de Palmas. Em entrevista ao JM Notícia ele afirma que Palmas não pode mais depender apenas do poder público e que necessita urgentemente ser industrializada.

“Não dá mais para a cidade sobreviver somente com os salários dos servidores estaduais e municipais, a cidade precisar gerar emprego e renda”, nessa visão, Delbes que mora em Palmas há mais de 18 anos defende o incentivo da administração municipal a fim de atrais as grandes indústrias e assim conseguir gerar emprego e renda para sua população.

Delbes lembra que o Estado do Tocantins e a cidade de Palmas são logisticamente estratégicos para o escoamento de produtos, principalmente pelo fato do Estado fazer divisa com cinco estados da federação, mas para ele isso por si só não é suficiente. “É preciso que o município atraia as grandes indústrias com a isenção de impostos. Anápolis atraiu investidores do ramo farmacêutico, isentando impostos por 10 anos, e hoje é o maior polo do ramo farmacêutico do país, promovendo a geração de emprego e renda para aquela cidade e para o estado”, acrescentou.

Outro ponto defendido pelo candidato do PSDC (Partido Social Democrata Cristão) é a gestão da saúde pública com eficiência e qualidade, principalmente por ter trabalhado há 11 anos como concursado do estado, 5 anos no HGP e os 6 últimos no Hospital Infantil de Palmas, onde presenciou muitos casos de ingerência e falta de responsabilidade com a coisa pública. “Quanto você vê toneladas de medicamentos sendo incinerados por ingerência e pela falta de armazenagem correta, o profissional de saúde acaba adoecendo junto com o paciente, devido à situação”.

Quando foi presidente do SINDFATO (Sindicato dos Farmacêuticos do Estado do Tocantins), de 2006 a 2008, Delbes lutou pela elaboração da lei que hoje garante a jornada de trabalho dos profissionais da saúde de 30 horas semanais sem redução de subsídios. E eleito como vereador, Delbes defende que irá lutar por uma saúde de qualidade em Palmas.

Na proteção da família, o candidato, que afirma ser cristão, garante ser um defensor na Câmara Municipal de Palmas dos valores cristãos e da família.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.