unnamed

Apesar de estar às margens do Rio Araguaia, a cidade de Pau D´Arco também tem sentido os problemas gerados pela estiagem. Atendida pela Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), a população teve necessidade de um novo poço artesiano, com 300 metros de extensão de rede e a manutenção das unidades antigas. A ação já foi executada e agora todos vivem uma realidade diferente, depois de que R$ 174 mil foram investidos nos serviços.

Os trabalhos de melhoria do sistema de captação e abastecimento em Pau D´Arco foram feitos ao mesmo tempo, e assim, o racionamento que durou quase dois meses, agora fica só nos relatos dos moradores. A melhoria começou pelos quatro poços artesianos, que desde a perfuração, há cerca de 20 anos, não haviam ganhado manutenção. Junto a isso soma-se o novo poço artesiano, com 150 metros de profundidade e vazão na casa dos 22 metros cúbicos por hora.

O resultado foi imediato, repercutindo positivamente junto à população em geral, com a água chegando às torneiras todos o dias, sem parar.

Um exemplo é visto no restaurante da família de Maria Saleide Alves da Cruz, onde há onze funcionários. Com a caixa d’água sempre cheia, o estabelecimento voltou a melhorar os serviços e a proprietária a viver mais tranquila, sem falar em demissões. “Como a gente trabalha, quer que não falte água, e quando faltava a gente tinha que partir para outras opções, como deixar louças e roupas para levar depois. Agora acabaram os problemas. Está todo mundo feliz, tomando banho na hora certa, lavando roupa e louças na hora certa”, relatou Saleide. “E não pensamos mais em demitir ninguém”, completou.

VEJA TAMBÉM
Cidade no sul do TO tem água contaminada por produtos químicos

Saleide observou o que moradores em outras regiões também já estão fazendo: cuidar da água. “É preciso preservar mais. Água é vida e se preservar sempre vai ter”, disse.

Dona Benevenuta Dourado de Sousa, dona de casa, conta que muitas vezes levantava de madrugada para encher as vasilhas, e hoje está aliviada com a água chegando à torneira. “Trouxe tranquilidade, porque você sabe que a falta de água nesse tempo é muito difícil, mas graças a Deus está mundo tranquilo. Agora é só comemorar”, afirmou.

Há 18 anos, Cosmo Almeida é quem trabalha em Pau D´Arco como funcionário do sistema de abastecimento de água, e até ele elogiou os novos investimentos da ATS e o resultado no ambiente de trabalho. “Gostei muito da obra, pois antes a gente não tinha segurança, era tudo aberto, qualquer um chegava e tinha acesso ao poço. Agora é segurança pra todos”, afirmou.

Alerta

O secretário de Administração da cidade, Pedro Lopes, nasceu em Pau D´Arco e diz estar assustado com a forma como o Rio Araguaia baixou o volume e como a estiagem tem castigado a região. Para Pedro, a situação serve de alerta para todos. “Nunca vi uma situação assim, e nunca vi ninguém falando que existiu antes de mim, principalmente sobre o Rio Araguaia e os córregos da cidade, onde a gente tomava banho e hoje estão todos secos. Isso deixa um grande alerta para a comunidade”, conta.

VEJA TAMBÉM
Presidente da ATS apresenta ao prefeito de Silvanópolis providências para solucionar o abastecimento de água no município.

Pedro é defensor do uso racional da água. “A pessoa que lava o carro, passe a lavar uma vez por mês, vamos aproveitar a água que lava a roupa. Vamos ajudar a natureza, que está pedindo socorro. Isso nunca havia acontecido e a gente agradece muito o apoio da ATS, que nos atendeu imediatamente”, concluiu. (Com informações da assessoria da ATS)

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.