Por Pastor Renato Vargens
people at a funeral in a cemetery
“Tratando a igreja como um negócio particular visando exclusivamente lucro e sucesso”

Essa semana eu escrevi um texto tratando de 10 maneiras de uma igreja “matar” o seu pastor (leia aqui).

Hoje, resolvi fazer o inverso, isto é, escrevi sobre 10 maneiras de um pastor “matar” sua igreja, até porque, um mal pastor pode “destruir” uma igreja, senão vejamos:

O pastor contribui com a morte da sua igreja quando:

1- Em vez de pregar exclusivamente as Escrituras prega o “evangelho” da auto-juda.

2- Prefere pregar doutrinas descabidas como a teologia da prosperidade, confissão positiva, unção apostólica, bem como atos e decretos espirituais.

3- Quando não pastoreia o rebanho, ouvindo, cuidando, exortando, corrigindo e amando as ovelhas que o Senhor lhes confiou.

4- Exercendo um ministério despótico e ditadorial onde a sua vontade é imperiosa e inquestionável.

5- Preocupando-se mais com números do que pessoas.

6- Tratando a igreja como um negócio particular visando exclusivamente lucro e sucesso.

7- Quando por conveniência tolera o pecado jamais exercendo disciplina e correção.

8- Pregando um evangelho falso cujo centro é o homem e não Deus,

VEJA TAMBÉM
Otoni de Paula barra Perlla em igreja por ter participado de roda de samba

9-  Não tendo uma vida piedosa, temente a Deus e dependende de sua palavra.

10- Não exercendo uma vida de oração.

Pense nisso!

Renato Vargens – www.renatovargens.blogspot.com.br

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.