IMG_0512-617x460
“O aplicativo tinha o objetivo de ser uma rede de comunicação, onde iríamos orar juntos, compartilhar o que Deus estaria fazendo nas igrejas”

Um congresso realizado com 400 pessoas no sábado, 24, celebrou o fim de uma jornada de 90 dias de oração. O Projeto 90 Dias Up, criado pelo pastor Allan Stenio, líder religioso na região de Campo Belo, sul de Minas Gerais, mobilizou toda a região para se envolver com a oração e estudo da Bíblia.

Para que todos recebessem o material, foi desenvolvido um aplicativo para a plataforma Android, um DVD e ainda vídeos em um canal do Youtube. Tudo isso esteve disponível durante três meses. No aplicativo, além do conteúdo diário, os participantes puderam trocar experiências através de mensagens instantâneas e fotos. O usuário podia ver o que os amigos estavam fazendo e publicar suas próprias imagens.

Segundo Stênio, 250 pessoas receberam o material em DVD e passaram pelo treinamento. Já pelo aplicativo, aproximadamente 500 pessoas estiveram, dia a dia, fortalecendo o relacionamento com Deus. “Separar 90 dias para uma comunhão mais profunda com Deus e envolvimento na missão” é o que ele descreve como objetivo do projeto.

“O aplicativo tinha o objetivo de ser uma rede de comunicação, onde iríamos orar juntos, compartilhar o que Deus estaria fazendo nas igrejas, onde os pastores enviariam recados de apoio e encorajamento para os membros e todos poderiam interagir com fotos e pedidos de orações. Também usamos o Facebook pra isso, para que os que não podiam ter o aplicativo acompanhassem por lá”, explica Stênio.

VEJA TAMBÉM
Convenção Batista Nacional realiza Dia de Oração pelo Brasil nesta quinta, 31

Impacto

Já o DVD era a parte de capacitação em que o membro poderia assistir a um treinamento sobre como trabalhar com pós-modernos, ter uma visão sobre o que é igreja no Novo Testamento e como usar os dons na missão. Também foram ensinados e estimulados a ser uma igreja viva na comunidade. Com esse material havia um livreto com orientações práticas. Ali cada pessoa poderia realizar seu teste de dons e acompanhar um passo a passo sobre como discipular um amigo, levando-o a Cristo. Anexo ao impresso havia ainda um documento produzido pela sede sul-americana adventista sobre o estilo de vida dos adventistas, para poderem, assim, dar uma boa explicação, caso fosse necessário.

34 pessoas foram batizadas durante Congresso em Campo Belo

34 pessoas foram batizadas durante Congresso em Campo Belo

Para Lucas Asara Pires, auxiliar técnico de informática que participou ativamente do projeto, “a tecnologia (rádio, TV, aplicativos , redes sociais) tem sido instrumentos poderosos usado de maneira correta para salvação de pessoas, entrando em lugares que se quer conseguimos imaginar. No nosso caso, tivemos um sonho: o sonho era que todas as igrejas trabalhassem unidas em cumprimento da missão, ganhando pessoas para Jesus”, conclui.

VEJA TAMBÉM
Alunos de escola cristã são proibidos de orar antes das refeições

Pires diz ainda que se sente privilegiado por ser parte desse distrito pastoral com um pastor jovem e muito missionário. “Tenho orgulho em fazer parte dessa família. Foram 90 dias, assim, inesquecíveis pra mim. Mas não serão agora somente 90 dias, começou há 90 dias, mas quero continuar assim até Jesus voltar”, declara.

Ao longo dos 90 dias, quatro evangelismos foram realizados, fortalecendo o cunho missionário da iniciativa. O resultado foi que, durante o evento, 34 pessoas foram batizadas e mais 12 participarão da cerimônia na próxima semana, como parte do Batismo da Primavera.

Com informações Portal Adventista

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.