Da Redação JM Notícia

raul (1)A coligação “Coragem Para Fazer Diferente” do candidato Raul Filho (PR), ingressou na tarde desta sexta-feira, 30, com representação eleitoral por propaganda irregular com pedido de liminar para que sejam retirados imediatamente das ruas os carros de som da vice-governadora e candidata a prefeita Cláudia Lelis, que alegam que o candidato Raul Filho,  não é candidato à Prefeito de Palmas.

A coligação informou ao JM Notícia, que acionou também a Polícia Federal. “A veiculação traz informações mentirosas e distorcidas, com clara intenção de confundir o eleitor em relação a condição de elegibilidade do candidato a prefeito Raul Filho. O áudio veiculado pela candidata mente, inclusive distorcendo informações das instituições judiciais”, diz a nota da coligação de Raul Filho.

O assessor jurídico da “Coligação Coragem Para Fazer Diferente”, Pedro Henrique Holanda, adiantou que toda a equipe continuará atenta até que os resultados da votação estejam apurados, para denunciar qualquer tipo de ação que possa comprometer a democracia e a lisura destas eleições. “Mais do que uma banca de advogados da Coligação Coragem pra Fazer Diferente, somos cidadãos conscientes e estamos vigilantes para que a lei seja cumprida e o eleitor possa exercer seu direito de votar com dignidade e consciência”, definiu.

VEJA TAMBÉM
CGADB: STJ nega pedido de suspensão das liminares em desfavor do pastor Wellington Júnior

RAUL LAMENTA

O candidato a prefeito Raul Filho (PR) lamentou que a candidata Cláudia Lelis, tente usar esse expediente desrespeitoso, principalmente com o eleitor palmense. “É lamentável e inconcebível que uma pessoa que se propõe a governar uma cidade, que se abriga sob o slogan de democrática e humana, tente de forma covarde enganar os cidadãos. Ela tem tanta certeza de sua incapacidade para me enfrentar nas urnas e sabe que fez uma campanha baseada em mentiras, que precisa lançar mão da tentativa de enganar o eleitor”, disse.

claudia-lelis-foto-facebook
Candidata Cláudia Lelis (PV)

Raul Filho disse ainda que espera contar com a Justiça, na qual confia plenamente, para que esse abuso seja punido de forma exemplar. O candidato Raul ainda lamentou ainda que Derval de Paiva tenha se prestado a um papel que o diminui, ao postar nas redes sociais um vídeo com informações inverídicas, que maculam sua vida pública. “Desnecessário!”, finalizou.

OUÇA O ÁUDIO: 

Confira a ação na íntegra: AÇÃO CONTRA CLÁUDIA LELIS

ENTENDA:

O ministro Nefi Cordeiro, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), suspendeu nesta quarta-feira (28), em decisão liminar, os efeitos de uma outra liminar concedida pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) que havia permitido a candidatura de Raul de Jesus Lustosa Filho à prefeitura de Palmas.

VEJA TAMBÉM
Coligação de Amastha entra com ação no TRE para que seja rejeitado o registro de candidatura de Raul Filho

Raul Filho foi condenado em 2012 por crime ambiental e, portanto, estaria inelegível pelos critérios da Lei da Ficha Limpa. No início deste ano, o político ingressou com pedido de revisão criminal, contestando a condenação por ter construído em uma área de preservação permanente. A revisão está sendo analisada pelo TRF1, autor da condenação em 2012.

Em sua decisão, o magistrado solicitou informações ao TRF1 sobre a liminar concedida, que fica suspensa até o exame definitivo da reclamação apresentada pelo MPF.

Para o Dr. Marcelo Cordeiro, o candidato Raul Filho está elegível, e o seu registro de candidatura está confirmado pela Justiça Eleitoral. “A decisão do TRE não modifica em absolutamente nada o que já foi feito até agora”, declarou a imprensa nesta quinta-feira.

(Com informações STJ – com alterações)

COMPARTILHAR