palmasCom a finalidade de fomentar empreendimentos de economia solidária em Palmas, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Emprego (Sedem) está com vagas abertas para contratação de equipe técnica multifuncional para o projeto Desenvolve Palmas. A seleção será realizada através do edital disponível no link:  http://www.palmas.to.gov.br/media/doc/10_10_2016_9_30_52.pdf, com inscrições abertas até o dia 20 de outubro de 2016.

Para se inscrever o candidato deverá preencher ficha disponível no Anexo I do Edital e enviar juntamente com o Currículo (Lattes) para o endereço eletrônico [email protected] até o dia 20 de Outubro de 2016.

São ofertadas 06 vagas conforme quadro abaixo :

CARGO REMUNERAÇÃO Mensal (R$) VIGÊNCIA CONTRATUAL Valor total do contrato
Coordenador Geral R$ 4.500,00 10 meses 45.000
Coordenador de Articulação Solidária R$ 3.500,00 10 meses 35.000
Técnico Social na Área de Incubação EES R$ 3.000,00 10 meses 30.000
Agentes de Des. Comunitário R$ 2.000,00 10 meses 20.000
Agente de Controle e Manutenção R$ 1.750,00 10 meses 17.000
Motorista R$ 1.600,00 10 meses 16.000

Mais informações sobre os critérios de seleção no Edital em: http://www.palmas.to.gov.br/media/doc/10_10_2016_9_30_52.pdf

Desenvolve Palmas

O projeto Desenvolve Palmas Promovendo o Desenvolvimento Sociocomunitário de Palmas visa fomentar o desenvolvimento de empreendimentos da economia solidária na Capital, a exemplo de cooperativas de recicláveis, artesãos, horticultores, piscicultores, dentre outros.

“Através do projeto é ofertada assessoria técnica multidisciplinar aos empreendimentos de economia solidária nas áreas de regulamentação e formalização jurídica, melhoria e desenvolvimento de produtos, comercialização que promova a inserção destes no mercado”, explica o superintendente de Indústria, Comércio e Serviços da Sedem, José Marcos Cardoso.

Ainda segundo o superintendente, atualmente o projeto, que é resultado de convênio com o Ministério do Trabalho e Emprego através da Secretaria Especial de Economia Solidária, possui 33 empreendimentos mapeados em Palmas.

Economia Solidária

Economicamente, é um jeito de fazer a atividade econômica de produção, oferta de serviços, comercialização, finanças ou consumo baseado na democracia e na cooperação, o que chamamos de autogestão: ou seja, na Economia Solidária não existe patrão nem empregados, pois todos os/as integrantes do empreendimento (associação, cooperativa ou grupo) são ao mesmo tempo trabalhadores e donos.

São iniciativas de projetos produtivos coletivos, cooperativas populares, cooperativas de coleta e reciclagem de materiais recicláveis, redes de produção, comercialização e consumo, instituições financeiras voltadas para empreendimentos populares solidários, empresas autogestionárias, cooperativas de agricultura familiar e agroecologia, cooperativas de prestação de serviços, entre outras, que dinamizam as economias locais, garantem trabalho digno e renda às famílias envolvidas, além de promover a preservação ambiental. Fonte: www.cirandas.net  (Ascom Palmas)

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.