No Tocantins, impeachment do Governador é lançado e organizadores esperam coletar mais de 10 mil assinaturas
No Tocantins, impeachment do Governador é lançado e organizadores esperam coletar mais de 10 mil assinaturas

Com 08 principais motivos que fundamentam o processo de impedimento do Governador Marcelo Miranda, o Movimento “Tchau, Marcelo: Impeachment Já” foi oficialmente lançado em Palmas, nesta quinta-feira, 27 de outubro. Liderado por dois servidores públicos efetivos do Estado do Tocantins, o Movimento tem o intuito de conquistar toda a sociedade tocantinense e contará com inúmeros apoiadores que recolherão assinaturas para o abaixo-assinado que vai respaldar o pedido apresentado à Assembleia Legislativa do Tocantins.

No lançamento, os autores do pedido explicaram os motivos que levaram à criação do Movimento. Participaram do lançamento: líderes sindicais, servidores públicos, estudantes e membros da sociedade civil organizada.

Os autores afirmam que o Governador Marcelo Miranda vem cometendo inúmeros crimes de responsabilidade. Entre os quais se destaca: desrespeito à LOA (Lei Orçamentária Anual), não empregando os recursos vinculados no Orçamento à finalidade específica; descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF); apropriação indébita dos valores das consignações no contracheque dos servidores públicos referentes aos empréstimos consignados, Brasilcard, Plansaúde, Igeprev e mensalidades dos filados à Sindicatos e Associações; descumprimento da legislação vigente no que tange aos Planos de Carreiras dos servidores públicos; sucateamento das viaturas, delegacias de polícia e falta de efetivo para atender à população, gerando um caos na segurança pública; falta de remédios, gases, luvas, condições de trabalho e até alimentação para pacientes, acompanhantes e servidores dos hospitais do Tocantins.

VEJA TAMBÉM
Marcelo Miranda participa do Fórum de Governadores da Amazônia Legal em Cuiabá

 ABAIXO-ASSINADO

impeachmenA partir desta quinta-feira, inicia o processo de coleta de assinaturas que vão respaldar o pedido de impeachment entregue à Assembleia Legislativa. Os organizadores esperam recolher pelo menos 10.400 assinaturas.

As listas serão encaminhadas para diversos municípios tocantinenses. “O nosso movimento não é organizado por nenhuma instituição ou empresa. Nosso movimento é de todos, é da população indignada com o que tem acontecido no Tocantins. Por isso, quem vai recolher as assinaturas são as pessoas que desejam apoiar o impeachment. Essas pessoas vão se somar a nós, trabalhando para que o Impeachment ganhe as ruas, as escolas, o comércio e toda a população”, explicaram os autores, Gustavo Menezes e Cleiton Pinheiro.

MOTIVOS QUE FUNDAMENTAM O PEDIDO DE IMPEACHMENT

  1. Aplicação inadequada dos recursos do FUNDEB e constante atraso nos repasses para o fundo estadual e para os municípios;
  2. Desrespeito à Lei Orçamentária Anual (LOA);
  3. Descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF):
  4. Apropriação indevida dos valores consignados no contracheque dos servidores públicos estaduais, referentes aos: empréstimos consignados, Brasilcard, Plansaúde, mensalidades das entidades classistas;
  5. Atraso constante nos repasses e apropriação indevida das contribuições previdenciárias do IGEPREV;
  6. Descumprimento da legislação vigente, desrespeitando os Planos de Carreiras dos servidores públicos (data-base, progressões e adicionais);
  7. Caos na segurança pública, com falta de efetivo para atender a população, sucateamento das viaturas, falta de combustível e péssimo estado das delegacias de polícia;
  8. Caos na saúde, com a falta de todo tipo de suprimento nos hospitais, sejam remédios, gases, luvas e até alimentação para pacientes, acompanhantes e servidores.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.