Da Redação JM Notícia  – Katiuscia Gonzaga

jededias
Pastor Jededias Lima, presidente da AD Ciadseta em Novo Acordo -TO. Ele é filho do ex-presidente da Convenção Ciadseta -TO, Pastor Pedro Lima Santos.

Faltando 150 dias para as eleições que vão definir o novo presidente da CGADB (Convenção Geral das Assembleias de Deus), algumas lideranças já começam a se posicionar sobre a escolha. Nesta terça-feira, 8, o presidente da Assembleia de Deus Ciadseta -TO em Novo Acordo, no Estado do Tocantins, pastor Jededias Lima, usou as redes sociais para declarar apoio ao pastor Samuel Câmara, que concorrerá, desta vez, contra Pr. José Wellington Costa Júnior, filho do atual presidente José Wellington, que está à frente da instituição há mais de 26 anos.

De acordo com Jededias, o pastor Samuel Câmara é um grande visionário e tem uma visão descentralizadora com programas de expansão do Reino de Deus principalmente na área da evangelização nacional. “Lembro-me como fosse hoje de uma proposta do PR Raul Cavalcante de Imperatriz MA, líder de Missões da Convenção Geral, quando numa AGO da CGADB pediu que fossem destinados 30 centavos de cada lição da Escola Bíblica CPAD para Missões no Brasil, o que foi totalmente ignorado pela direção da CGADB”, pontuou.

#CGADB  – Distante dos convencionais

Pr. Welligton Júnior, pré-candidato à CGADB
Pr. Wellington Júnior, candidato à CGADB

Ainda segundo o pastor Jededias, é preciso uma liderança mais próxima dos convencionais. “À CGADB através de sua liderança é distante das Convenções e dos pastores- com exceção em tempos de eleição – assemelhando em muito às práticas da política partidária”, criticou.

Jededias Lima ainda elogiou as propostas do candidato Pastor Samuel, que visariam dinamizar o trabalho de evangelização através dos meios de comunicação (Rádio e TV). “Certamente esta proposta do PR Raul Cavalcante será aceita, pois se encaixa nessa nova visão”, disse na postagem.

samuelca
Pastor Jededias Lima diz que Samuel Câmara tem bagagem para comandar a CGADB.

Outro ponto positivo, segundo Lima, seria a alternância de poder na CGADB. “É sempre boa essa renovação para a oxigenação da instituição e combate de vícios da gestão. Por isso por estes motivos sou Samuel Câmara. Acho que ele tem bagagem pra dirigir a nossa Convenção Geral, sem desmerecer o seu opositor”, finalizou.

Entenda

A Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) é uma organização que tem a finalidade de agregar e coordenar as igrejas Assembleias de Deus no território brasileiro. A Convenção é presidida pelo pastor José Wellington Bezerra há mais de 26 anos. A eleição que decidirá a nova diretoria da instituição se dará em 09 de abril de 2017 e definirá o presidente, membros da mesa diretora e conselho fiscal da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), que conduzirão os destinos da Convenção no quadriênio 2017-2021. De acordo com a própria convenção, o sistema pelo qual os pastores e evangelistas de todo país e também que estejam no exterior estarão votando é moderno e muito seguro, o voto será online.

Ao todo são 19 cargos eletivos na CGADB; 1 – Presidente; 05 vices-presidentes; 05 secretários; 03 tesoureiros e 05 conselheiros fiscais. O voto é continuo, assim que o eleitor votar no presidente, conforme simulação disponível no site eleitoral www.eleicoescgadb.org.br, automaticamente ele é redirecionado ao próximo voto e assim acontece sucessivamente nos 19 cargos até a conclusão.

CANDIDATURA – No Tocantins, o presidente da Convenção Ciadseta -TO, pastor Paulo Martins Neto, registrou candidatura e foi homologada pela Comissão Eleitoral da CGADB. Ele concorre ao cargo de Conselheiro Fiscal da CGADB, na chapa encabeçada pelo pastor José Wellington Júnior.

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.