Neste caso, o vereador eleito, Jenilson Cirqueira, defende que a Lei Municipal 1.603/2004 permite limpar terreno e entregá-lo com terraplanagem antes das construções estruturais; mas, não permite “fazer topografia, Terraplanagem, Cascalhamento, Compactação e Nivelamento de terreno para calçadas e demais construções civis em área de carga e descarga ou de estacionamento”, disse.

Segundo ele, os serviços não permitidos, citados acima, estariam sendo feito com maquinários da prefeitura e por servidores da Prefeitura uniformizados durante o feriado municipal do aniversário da cidade, dia 14 de novembro, em uma empresa privada localizada na saída sul de Gurupi.

Jenilson-3a-768x378
Foto: Divulgação/Jenilson

“Sacrificam os funcionários públicos em pleno feriado sendo que as poucas pavimentações asfálticas feitas nessa atual gestão foram pagas pelos contribuintes e pagadores de impostos de Gurupi”, critica. Ele informou que as imagens dos trabalhadores e das máquinas serão encaminhadas para o Ministério Público Estadual.

O que diz a Prefeitura:

Por telefone, o secretário de Infraestrutura, Gerson José Oliveira, afirmou que os serviços fazem parte da contrapartida que o município oferece para empresas se instalarem em Gurupi.

VEJA TAMBÉM
Presidente da Feira de Veículos, Gleydson Ricardo se filia ao PMN e lança pré-candidatura a vereador de Palmas

“Já fizemos serviços não só para a Cemar, mas para a Cavema, Tintas Polo e outras. Tudo isso está dentro do incentivo à geração de empregos. É uma matéria que também merece ser ouvida a ACIG e CDL”, disse. Com informações Atitude TO

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.