Da Redação JM Notícia – Ricardo Costa

Pastor Otoni de Paula, filho do saudoso Pastor Antônio de Paula, um dos fundadores da CEADER- Convenção Evangélica das Assembleias de Deus no Estado do Rio de Janeiro anunciou na manhã desta quinta-feira, 24, ao JM Notícia, que teve a sua candidatura homologada pela Comissão Eleitoral da CGADB, para concorrer ao Conselho Fiscal pela região sudeste.

Ordenado ao ministério pastoral ainda em 1976, pela CEADER, sob o registro nº 38 e na CGADB nº 3.681, pastor Otoni de Paula, lembrou que seu pai foi um dos fundadores da CEADER, considerada Convenção histórica no Brasil, da qual fizeram parte os seus irmãos,  o saudoso pastor Otoniel de Paula, Oziel de Paula, Obadias de Paula e Ozeias de Paula.

Pastor Otoni de Paula (RJ) anuncia candidatura ao Conselho Fiscal da CGADB e lamenta constrangimento

Segundo ele, apesar de fazer parte de uma família histórica nas Assembleias de Deus no Brasil, conhecida pelo Ministério de Louvor que sempre marcou a família, contudo nenhuns deles, até o presente momento, nunca exerceram função na CGADB nem na CPAD.

“Porém desta feita nos surgiu o desejo de nos candidatar a uma função nas eleições da CGADB e escolhemos o Conselho Fiscal pela Região Sudeste, nos escrevemos para tal obedecendo o Estatutos da CGADB”, disse pastor Otoni de Paula.

ACUSAÇÃO LEVIANA

De acordo com Otoni de Paula, após fazer o registro de sua candidatura ao Conselho Fiscal pela região sudeste, a princípio teve o seu registro questionado, porém, segundo ele, entrou com contestação, e teve o seu nome homologado pela Comissão Eleitoral da CGADB.

VEJA TAMBÉM
Desrespeitando ordem judicial, CGADB lança resultado extraoficial; novas eleições podem ser remarcadas

No entanto, mesmo após a publicação da homologação, ele foi informado pela Comissão Eleitoral que teve a sua homologação questionada, ferindo as normas estabelecidas, já que o questionamento não foi protocolado na secretaria e sim enviado por Email, com a “acusação leviana” de que a documentação apresentada por ele era falsa.

“Ao verificar a origem da mensagem eletrônica vimos que a mesma originava-se de um escritório de advocacia de  um profissional ligado ao Ministério da AD do Belenzinho-SP e foi assinado pelo Pastor Antônio Carlos de Oliveira Brito, registro na CGADB Nº. 51.848, Co-Pastor do Ministério do Belenzinho-SP, como havíamos  constituído o Pastor e Dr.  Nilson Alves, (Nilson Abençoado) como nosso procurador, o mesmo de maneira altamente profissional, mais uma vez contestou as denúncias do reclamante e por fim por questões de Justiça a Comissão Eleitoral Homologou a nossa candidatura”, disse Otoni de Paula.

AÇÃO NA JUSTIÇA

Ao JM Notícia, pastor Otoni de Paula informou que estuda a possibilidade de entrar com uma ação na Justiça Comum contra o pastor Antônio Carlos, por calúnia e difamação e pela acusação falsa a ele atribuída.

REALIDADE

Segundo ele, a sua candidatura é uma realidade e que irá percorrer as Convenções Regionais nos próximos dias, levando o seu nome para apreciação dos Convencionais, na certeza de que se eleito, irá cumprir com dignidade a função de membro do Conselho Fiscal da CGADB.

VEJA TAMBÉM
Culto de abertura da 43ª AGO foi marcado por fervor espiritual

ENTENDA:

Segundo apurado pelo JM Notícia, o Pastor Antônio Carlos de Oliveira Brito, Co-Pastor do Ministério do Belenzinho-SP, tinha entrado com recurso afirmando que o diploma apresentado na área contábil pelo pastor Otoni de Paula, era falso.

APOIO

O candidato pastor Otoni de Paula compõe o grupo que apoia o pastor Samuel Câmara à presidência da Convenção Geral das Assembleias de Deus.

otoni“Temos plena convicção de que o pastor Samuel Câmara, o que tem feito pelo evangelismo nacional, ele com liberdade na presidência na Convenção Geral, empreender o que ele vem empreendendo no seu ministério na área da comunicação, no rádio, da televisão, da literatura, da música, eu não tenho dúvidas que dias melhores teremos para as Assembleias de Deus no Brasil”, disse Otoni de Paula.

Além do pastor Otoni de Paula, concorre ao Conselho Fiscal pela 4ª região sudeste, o pastor Luiz Cesar Mariano.

A eleição que irá definir o próximo presidente da CGADB, após quase 30 anos sob o comando do pastor José Wellington Bezerra da Costa, acontecerá em abril de 2017. Concorrem no pleito, pastor José Wellington Júnior, pastor Samuel Câmara e Cícero Tardim.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.