Ataídes Oliveira explicou que grandes grupos educacionais conseguiram valorização de até 22 mil por cento em ações negociadas no mercado
Ataídes Oliveira explicou que grandes grupos educacionais conseguiram valorização de até 22 mil por cento em ações negociadas no mercado

O senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) chamou a atenção para auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU), feita em 2015, que comprova irregularidades no uso de dinheiro público no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O senador disse que, de acordo com o TCU, o governo destinou ao Fies, entre 2009 e 2015, R$ 50 bilhões mas, desse montante, R$ 20 bilhões “foram para o ralo”.

Ataídes Oliveira explicou que grandes grupos educacionais conseguiram valorização de até 22 mil por cento em ações negociadas no mercado. E isso aconteceu porque conseguiram a matrícula de muitos alunos que não tinham qualquer condição de ingressar em um curso superior.

– Esses alunos saíram das universidades, porque não deram conta de continuar, e as faculdades continuaram a receber. Nós vamos olhar isso com muito carinho. Nós vamos ter que procurar essas grandes faculdades que foram desonestas, que pensaram em seus lucros, e chamá-las para prestar contas ao nosso povo a respeito do Fies – afirmou o senador.

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.