Felipe Rocha, Antônio Campos (irmão do ex-governador Eduardo Campos), e o ministro das Cidades Bruno Araújo
Felipe Rocha, Antônio Campos (irmão do ex-governador Eduardo Campos), e o ministro das Cidades Bruno Araújo

Felipe Rocha, tesoureiro do PSB no Tocantins e dirigente nacional da legenda participou nesta quarta-feira (14), junto com o presidente do PSB, prefeito Carlos Amastha e o deputado estadual, Ricardo Ayres da reunião do diretório nacional que discutiu a conjuntura política do Brasil.

Ao JM Notícia, Felipe Rocha  que também é suplente de vereador em Palmas, disse que o PSB vai manter o posicionamento propositivo ao governo Temer, sem perder a essência da crítica construtiva. À respeito das delações da Lava Jato que atingiu a base de TEMER, Felipe Rocha foi cauteloso, disse na ocasião, que o partido tem responsabilidade com o Brasil e que não compactua com o “quanto pior melhor”.

Para o dirigente, a Lava Jato está cumprindo com seu papel, e aqueles que cometeram crimes, que cada um assuma as consequências. E reafirma, que o Partido Socialista Brasileiro contribuirá com a retomada do crescimento do Brasil melhor.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.