pastor-sebastiao-rodrigues
Pastor Sebastião Rodrigues é presidente das Assembleias de Deus de Mato Grosso e lidera a maior congregação evangélica do Estado, com mais de 150 mil evangélicos

O pastor e presidente das igrejas evangélicas Assembleia de Deus em Mato Grosso, Sebastião Rodrigues de Souza, foi agraciado pelo Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) com a comenda Joaquim Duarte Murtinho. Uma concorrida sessão solene realizada na manhã desta quarta-feira (14.12) no plenário da Corte de Contas marcou a homenagem ao líder religioso da maior congregação evangélica do Estado, com mais de 150 mil fiéis. Pastor Sebastião também é presidente da Convenção de Ministros das Assembleias de Deus de Mato Grosso – COMADEMAT.

A proposta de homenagear o pastor Sebastião Rodrigues com a comenda Joaquim Murtinho foi uma iniciativa do conselheiro Moisés Maciel e do presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Antonio Joaquim, como ato de reconhecimento público aos relevantes serviços prestados à sociedade mato-grossense.

sebastiao-rodriguesA solenidade, que foi acompanhada por dezenas de pastores, presbíteros e obreiros da Igreja Assembleia de Deus, foi conduzida pelo presidente da Corte de Contas, que destacou o papel do homenageado como líder espiritual de uma grande parcela da sociedade mato-grossense e o trabalho que realiza em prol da vida, por meio da igreja que dirige e suas instituições coligadas, há 42 anos.

VEJA TAMBÉM
CGADB: Quantidade de inscritos revela disputa acirrada em 2017

“Estamos homenageando o pastor Sebastião Rodrigues porque ele é o líder de uma instituição que melhora a qualidade de vida das pessoas, desde a sua atribuição original de líder espiritual que se propõe a harmonizar a alma e o espírito das pessoas que se perdem por falta dessa harmonia, por falta de valores. A Igreja Assembleia de Deus, que é liderada pelo pastor Sebastião Rodrigues desde dezembro de 1974, além de fazer esse papel importantíssimo no campo religioso, não se limita a apenas isto. A igreja, concretamente, substitui os governos em várias ações, como na educação, quando cria escolas de níveis básicos, fundamental, médio e até faculdades, quando propicia missões no Estado, no país e mesmo no exterior para cuidar de pessoas. São ações objetivas que afetam positivamente a vida das comunidades”, explicou Antonio Joaquim.

O conselheiro Moisés Maciel, por sua vez, ao saudar o homenageado, salientou a trajetória do pastor na implantação de igrejas pelo interior do Estado, o trabalho realizado no campo educacional, como a criação da Escola Gunnar Vingren, e a implantação das Faculdades Evangélicas Integradas Catares de Salomão (FEICS), no resgate de pessoas marginalizadas e, principalmente, como uma das grandes reservas morais e lideranças comunitárias de Mato Grosso.

VEJA TAMBÉM
Pr. Paulo Martins disputa neste domingo, 09, o cargo de Conselheiro Fiscal da CGADB

Aos 85 anos, o pastor Sebastião Rodrigues se emocionou com a homenagem feita pelo Tribunal de Contas. Com a voz embargada em vários momentos, agradeceu aos conselheiros e à instituição como um todo pela honraria, mas, fiel aos princípios de sua fé, o pastor tributou a comenda “para a honra e a glória de nosso Senhor Jesus Cristo”, destacando que para ele mesmo “reservo apenas o privilégio de ser um servo de Deus, chamado para servir ao Evangelho e ajudar ao próximo enquanto for a vontade do Senhor”.

A comenda “Joaquim Duarte Murtinho” foi instituída no âmbito do Tribunal de Contas em julho de 1997, pela Resolução nº 04/1997, aprovada na gestão do então presidente conselheiro Teresino Alves Ferraz .

A honraria traz o nome do eminente estadista e abolicionista cuiabano, Joaquim Duarte Murtinho, nascido na capital do estado em 07 de dezembro de 1848.

Joaquim Murtinho ganhou fama por restaurar as finanças republicanas e por apresentar um programa amplo de reformas sociais.

Como homem público, Joaquim Murtinho foi ainda senador por três mandatos, ministro da Viação, Indústria e Comércio e ministro da Fazenda na chamada Primeira República. Com informações TCE-MT

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.