As 119 ovelhas são consideradas “herança”, por preservar grande parte de seus traços genéticos e manter suas características de origem relativamente inalteradas
As 119 ovelhas são consideradas “herança”, por preservar grande parte de seus traços genéticos e manter suas características de origem relativamente inalteradas

A construção do Terceiro Templo em Jerusalém é um evento que a Bíblia Sagrada descreve como um dos que formarão o cenário da segunda vinda de Jesus Cristo à Terra. Nos últimos anos, o movimento para a construção do edifício se fortaleceu, e muitos judeus ortodoxos têm se dedicado à recriação de elementos ritualísticos necessários para as celebrações no local.

O fato mais recente ligado a este tema é o retorno de uma raça de ovelhas que havia desaparecido da região. Apontadas como descendentes das ovelhas de Jacó, os 119 mamíferos ruminantes bovídeos chegaram a Israel recentemente.

Segundo informações do Times of Israel, essa é a primeira vez que essa linhagem de ovelhas é vista no território israelense desde os tempos bíblicos. A descrição das ovelhas feita por outro portal, Charisma News, diz que os animais são “pequenos, malhados e coroados com quatro chifres”.

As 119 ovelhas são consideradas “herança”, por preservar grande parte de seus traços genéticos e manter suas características de origem relativamente inalteradas. O nome dado à raça, “ovelha de Jacó”, é baseado no relato de Gênesis, em que Jacó pede parte do rebanho de Labão como pagamento por seus anos de serviço.

VEJA TAMBÉM
Coluna de nuvem protege fronteira de Israel e chama atenção nas redes sociais; assista

“Passarei hoje por todo o teu rebanho, separando dele todos os salpicados e malhados, e todos os morenos entre os cordeiros, e os malhados e salpicados entre as cabras; e isto será o meu salário”, diz o filho de Isaque em Gênesis 30:32.

As ovelhas foram levadas por Jacó para Canaã e posteriormente para o Egito. Quando houve o êxodo, as ovelhas com machas não voltaram com o povo hebreu.

A importação das ovelhas foi feita pelo casal judeu Gil e Jenna Lewinsky, que as levaram do Canadá para Israel. Seus planos são de abrir um parque nas Colinas de Golã, no norte de Israel, como uma atração turística para permitir que as pessoas vejam as ovelhas bíblicas, segundo o Breaking Israel News.

“Haverá produção de lã no parque. Ela será transformada em roupas religiosas, camisas e xales de oração. E com os chifres, iremos criar os shofars“, comentou Gil Lewinsky, referindo-se ao instrumento usado em rituais judaicos, feito a partir do chifre de um carneiro, a ovelha macho. Com informações Gospel Mais

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.