Da Redação JM Notícia – Ricardo Costa

sergio-paulo
Apóstolo Sérgio Paulo Guimarães – Foto: Ricardo Costa

O ex-presidente do CIMETO – Conselho Interdenominacional de Ministros Evangélicos do Estado do Tocantins, apóstolo Sérgio Paulo Guimarães saiu em defesa do pastor Silas Malafaia, alvo de operação da Polícia Federal na última sexta-feira, 17.

De acordo com apóstolo Sérgio Paulo em sua conta no Facebook, a atitude da Justiça Federal e da Polícia Federal é lamentável e repudiável.  Para o apóstolo, o judiciário precisa ser julgado pelos seus impropérios e desmandos:

“Sou a favor dos poderes independentes e harmônicos entre si, porém assim com executivo e legislativo são julgados pelo judiciário, o judiciário deve ser julgado também pelos seus impropérios e desmandos, se errarem também devem responder pelos seus erros de abuso e excesso de poder”, desabafou.

Malafaia teve um mandado de condução coercitiva autorizado pela Justiça Federal para explicar a origem de R$ 100 mil reais que foi depositado em sua conta pelo advogado Jader Alberto Pazinato. Pazinato está preso e o dinheiro doado seria fruto do esquema que nos último oito anos desviou R$ 66 milhões.

VEJA TAMBÉM
Malafaia defende impeachment de Temer horas antes da reunião marcada com o presidente

O senador Magno Malta, por meio da rede social Facebook também saiu em defesa de Malafaia e disse que tudo ficará esclarecido e afirmou que “em nenhum momento o pastor Silas Malafaia fez cara de paisagem, em nenhum momento escamoteou-se, muito pelo contrário, revela com clareza os fatos e às verdades. Eu conheço o pastor Silas Malafaia, homem impetuoso, convicto e cidadão de bem”. Assim, senador Magno Malta gravou um vídeo, após ser surpreendido pelo acontecimento de hoje”.

O JM Notícia tentou ouvir o apóstolo Sérgio Paulo, mas as ligações não foram atendidas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.