Araguaína possui o segundo maior programa habitacional da região Norte do Brasil e o maior do Estado

As mil famílias beneficiadas pelo programa Minha Casa Minha Vida no residencial Lago Azul 4 estão contando as horas para a concretização do sonho da casa própria. A solenidade de entrega das chaves de suas casas acontece nesta quarta-feira, 11, a partir das 10 horas, com a presença do prefeito Ronaldo Dimas, do Ministro das Cidades, Bruno Araújo, secretários municipais, e demais autoridades.

As casas foram construídas por meio da parceria entre o Governo Federal, através da Caixa Econômica Federal, e a Prefeitura de Araguaína. As unidades contam com dois quartos, sala com cozinha (modelo americano), banheiro, área de serviço, piso cerâmico e forro. Toda a estrutura é construída sobre radier (laje de concreto armado).
 
O setor Lago Azul é composto pelas etapas 1, 3 e 4, totalizando 2.530 casas. Totalmente planejado, o setor já conta com infraestrutura de qualidade, como asfalto, calçadas com acessibilidade, redes de esgoto, água e energia, além de equipamentos públicos como escola de tempo integral, creche, unidades públicas de saúde e um centro de assistência social (CRAS).
  
Capital da Habitação no Tocantins
 
Araguaína possui o segundo maior programa habitacional da região Norte do Brasil e o maior do Estado, sendo considerada a Capital da Habitação do Tocantins. No total, são 6.610 casas entregues ou em construção e outras 1.300 a ser construídas, beneficiando diretamente a mais de 30 mil pessoas.
 
O Residencial Lago Azul, com total de 2.530 casas, é o terceiro setor entregue pela atual gestão que já conta com todos os equipamentos públicos. No Costa Esmeralda e Construindo Sonhos, mais de 2.200 famílias já moram com infraestrutura de qualidade.
 
No Residencial Parque do Lago, 900 casas estão sendo construídas para famílias cuja renda se encaixe na Faixa 2 do Programa Minha Casa Minha Vida e outras 300  unidades serão iniciadas para a Faixa 1,5.
 
No Residencial Primavera, próximo ao Setor Barros, serão construídas 500 unidades e em viagem a Brasília no mês de novembro de 2016, Dimas garantiu recurso para a construção de outras mil.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.