senador-ataídes
De acordo com Ataídes, os recursos para manutenção dos atendimentos via Sistema único de Saúde (SUS) no HGP são escassos

A necessidade de mais leitos e de condições que deem viabilidade ao trabalho dos servidores estão entre as constatações feitas pelo senador Ataídes Oliveira (PSDB-TO) após visita técnica ao Hospital Geral de Palmas (HGP) juntamente com o ministro da Saúde, Ricardo Barros. O ministro, que veio a Palmas por causa do pedido de intervenção federal no sistema de saúde feito pelo senador Ataídes, visitou as instalações precárias do hospital e recebeu várias denúncias de pacientes e acompanhantes.

De acordo com Ataídes, os recursos para manutenção dos atendimentos via Sistema único de Saúde (SUS) no HGP são escassos, porém, o problema que inviabiliza o maior hospital do Tocantins está muito mais relacionado à falta gestão do que de orçamento. “Conheci e conversei com servidores muito comprometidos e também ouvi relatos muito tristes de pacientes que esperam, há mais de 30 dias por cirurgias ou até mesmo um leito adequado. Isso me faz enxergar que se trata de um problema de gestão e falta de habilidade em gerir”, disse o senador.

senador-ataídes
“É inadmissível um paciente estar no corredor, em uma maca velha e aguardando um atendimento sem previsão de acontecer.

Ataídes acompanhou o ministro da Saúde em parte de sua agenda oficial no Tocantins e, na oportunidade, apresentou demandas reconhecidas por ele como prioridades emergenciais no HGP. Uma delas está o aumento de leitos. “É inadmissível um paciente estar no corredor, em uma maca velha e aguardando um atendimento sem previsão de acontecer. Falta competência na gestão da saúde do Estado, disso eu não tenho dúvidas”, disse o senador.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.