Quem conhece o testemunho de vida de Ramon Pedro está diante de uma grande prova da transformação que Deus pode operar no ser humano. Idealizador do Projeto Esperança, em Salvador (BA), que tem como objetivo alcançar pessoas que estão à margem da sociedade, ele conta que uma sucessão de diversos fatores o levaram não apenas à uma vida de homossexualidade, mas também de prostituição e vícios, como a pornografia e a dependência química.

Em um vídeo publicado em seu canal oficial do Youtube, Ramon destacou que a desestruturação de sua família acabou abrindo caminho para o desenvolvimento de uma carência emocional.

“Eu nasci no seio de uma família totalmente desestruturada, espiritual e emocionalmente. Os meus pais se separaram quando eu tinha 10 anos e isso trouxe para meu futuro sérias consequências: a falta da paternidade e a carência do que era uma figura paterna na minha vida”, afirmou.

“A carência da afetiva que existia em mim me levou para a homossexualidade. Eu comecei a encontrar nos homens com quem me relacionava, o sentimento que eu não tive pelo meu pai, de afeto, de carinho e eu comecei a me envolver com a figura masculina, buscando preencher essa carência que existia dentro de mim, desde a minha infância”, acrescentou.

O rapaz contou que acabou se envolvendo com trabalhos noturnos, tornando-se uma ‘draq queen’ e também se envolveu com o mundo da prostituição.

“Me tornei uma draq queen, trabalhando na noite e também com prostituição e com pessoas voltadas para esse meio”, relatou.

Ramon afirmou que não via de qual outra forma poderia se ver livre daquele contexto devastador.

“Para sair desse ambiente foi muito difícil, porque é como um abismo: você entra, cai e só a mão poderosa de Deus para tirar você desses lugares”, afirmou.

Ramon Pedro já trabalhou como drag queen e acabou se envolvendo com o mundo da prostituição. (Imagem: Youtube)


Dependência química

Ramon confessou que o vazio que permanecia dentro dele e a constante busca para amenizar a dor de sua alma o levou a usar drogas.

“O viciado não tem ideia do estrago que os entorpecentes fazem no organismo. A única coisa que ele quer é preencher o vazio que tem no peito e muitas vezes a droga traz um momento de prazer, ‘amenizando’ essa dor que existe pela falta de Jesus”, destacou.

Ele acrescentou que conseguiu se libertar das drogas, depois que conheceu verdadeiramente a Jesus e entendeu que Ele tem o poder para livrar alguém de seus vícios.

“A Bíblia diz que Jesus é a liberdade, que Ele nos libertou para a liberdade”, destacou.

Ramon conta que não precisou passar por nenhuma clínica de recuperação para vencer o vício da cocaína, mas reconhece que sozinho ele não teria conseguido.

“Eu larguei as drogas, só mesmo pela força de Deus em mim. Eu costumo dizer que por mim mesmo, eu não iria conseguir. A Bíblia diz que Ele é a nossa força, que é Ele quem nos fortalece”, afirmou.

Atualmente, Ramon Pedro vive em Salvador (BA), liderando o Projeto Esperança e é casado com Raiane Teodoro.

“Temos o Corpo de Cristo unido aqui para resgatar essas pessoas que estão jogadas à margem da sociedade”, disse Ramon sobre o projeto interdenominacional, que busca resgatar pessoas da prostituição, criminalidade e dependência química.

Com informações Guiame

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.
  • Clinicas Recuperação Brasil

    O Grupo de Recuperação é uma empresa de referência nacional com grande experiência no direcionamento, auxílio, tratamento e encaminhamento para internação de dependentes químicos, além de oferecer todo suporte necessário aos familiares.
    http://www.grupoderecuperacao.com.br