Da Redação do JM

Apóstolo Valdemiro Santiago sofreu tentativa de homicídio no mes passado

Um levantamento do UOL aponta que os templos da Igreja Mundial do Poder de Deus, superlotaram, em todo o País, nos horários de cultos, após o ataque a seu principal líder, o apóstulo Valdemiro Santiago. De acordo com o levantamento, isso não acontecia desde 2012, quando a denominação virou alvo de várias denúncias da TV Record, ligada à Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), do Bispo Edir Macedo, de onde Valdemiro saiu para fundar a sua própria denominação.

Nas últimas semanas, o apóstolo Valdemiro Santiago passou por diversos problemas. Poucos dias após ter sobrevivido a uma tentativa de assassinato durante um culto, ficou à deriva no mar quando o barco onde pescava sofreu pane elétrica.

O último Censo oficial (do IBGE), de 2010, apontava que a igreja de Valdemiro tinha cerca de 315 mil fiéis. Quase uma década depois, o número pode ser maior, embora não existam levantamentos precisos. Além disso, a igreja se espalhou para dezenas de países.

Nos últimos anos a IMPD vinha perdendo espaço no rádio e na TV, sendo obrigada a abandonar as redes CNT e Canal 21. O motivo, de acordo com as informações, seria a dificuldades financeiras. Alguns dos horários que locava em outros meios de comunicação foram tomados pela Universal, que fez ofertas financeiras melhores pelo espaço.

No início de 2017, após receber alta do hospital, Valdemiro iniciou uma campanha nos  programas que mantém no canal Rede Mundial (32 UHF em SP e canal 25 na TV paga) para levantar R$ 8 milhões. Seu pedido era que 8.000 fiéis aceitassem o “desafio” de doar R$ 1.000 mensais para ajudar na televangelização. A meta foi superada ainda na semana passada. (Com informações do site gospelprime.com.br)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.