Operação da PF prende Alexandre Ubaldo e Filho de Procurador Geral do MP
Operação da PF prende Alexandre Ubaldo e Filho de Procurador Geral do MP

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira, 07, a segunda fase da Operação Ápia, visando cumprir quatro mandados de prisão temporária, relacionados à corrupção em contratos do Governo do Estado durante as gestões Siqueira Campos, então no PSDB e Sandoval Cardoso (SD)  com construtoras.

Segundo a Justiça o principal beneficiário dos desvios seria o deputado licenciado Eduardo Siqueira Campos (DEM).

Entre os presos estão o ex-secretário da Infraestrutura do Governo Siqueira Campos Alexandre Ubaldo, Renan Bezerra de Melo Pereira, filho do Procurador Geral do Ministério Público Estadual Clenan Renaul de Melo e o empresário José Maria Batista, também conhecido como J. Batista.

Segundo fontes da Polícia Federal o quarto mandado de prisão temporária é contra Erlon Marcelo Lima Vieira estaria em Goiânia, se dirigindo para Palmas para se apresentar à PF.

A operação deflagrada em outubro do ano passado e tem o objetivo de desarticular uma organização criminosa que teria fraudado contratos da ordem de R$ 1,2 bilhão em licitações, celebrados para terraplanagem e pavimentação asfáltica em rodovias estaduais, entre 2013 e 2014. 

A Polícia Federal disse que não daria maiores informações sobre o assunto. A Polícia Federal também está cumprindo 22 mandados de busca e apreensão e 21 intimações.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.