Míssil de longo alcance é disparado em uma broca militar na costa norte do Irã. (Foto: Amir Kholousi/ISNA/AP)

“Apenas sete minutos são necessários para que nossos mísseis atinjam Tel Aviv”. Essa foi a ameaça feita por um oficial do governo iraniano no último sábado (4), alertando sobre uma possível retaliação à Israel, caso os Estados Unidos lance um ataque militar contra o Irã.

Mojtaba Zonour, membro da Comissão de Segurança Nacional e Políticas Externas do Irã, afirmou também que Teerã, capital iraniana, irá atacar a costa de Israel e “arrasar” a base militar dos EUA em Bahrein, pequeno país que faz fronteira com o Irã, de acordo com a Fars News Agency.

Os comentários de Zonour foram feitos durante um exercício militar da Guarda Revolucionária Iraniana, que tinha o objetivo de testar seus sistemas de mísseis e radares. Este exercício aconteceu um dia depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, impôs sanções ao Irã, em resposta a um recente teste ilegal com mísseis.

Segundo o general Amir Ali Hajizadeh, chefe de espaço aéreo da Guarda Revolucionária, a crítica da Casa Branca aos testes com mísseis era “um pretexto para mostrar sua aversão em relação ao Irã”. “Nós estamos nos esforçando 24 horas por dia para defender a segurança do nosso país, e se o inimigo se atrever a cometer qualquer erro, nossos mísseis irão pousar sobre eles”, alertou.

Profecia bíblica

Estudiosos da Bíblia em Israel tem feito uma relação entre as ameaças do Irã e as profecias bíblicas sobre Gogue e Magogue, que mostram o ataque final à nação de Israel nos últimos tempos (Apocalipse 20:8-9). Escritos do rabino Vilna Gaon, no século 18, sugerem uma catástrofe rápida e abrangente, semelhante à uma guerra nuclear. Ele ensina que a guerra de Gogue e Magogue durará 12 minutos.

Segundo o rabino Pinchas Winston, estudioso sobre o fim dos tempos, a profecia da guerra de 12 minutos contém um elemento adicional. “Não há como uma guerra, mesmo contendo mísseis nucleares, ser concluída em 12 minutos de uma forma natural”, disse ele ao site Breaking Israel News. “Para a profecia de 12 minutos se cumprir, algo totalmente imprevisto tem que acontecer”.

O rabino observa que sobrenaturalidade de Deus é parte integrante do Fim dos Dias.”Tudo o que Deus faz está debaixo dos nossos narizes, mas nunca poderemos enxergar até que Deus o revele”, afirmou Winston. “Assim será na batalha final de Gogue e Magogue. O ponto principal não será a batalha. O ponto principal será o despertar das pessoas para o que Deus tem em mente, e isso será provocado por Deus, que irá conduzir a batalha de uma maneira totalmente original e inesperada”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.