Mara-Lima
Mara Lima emite nota de repúdio por ação de PMs em igreja evangélica e pede retratação

A cantora evangélica e deputada estadual do Estado do Paraná, Mara Lima, fez um pronunciamento em suas redes sociais repudiando o que ocorreu no último domingo (5), na Assembleia de Deus em Guarapuava, onde cerca de dez policiais militares invadiram a igreja e retiraram os cabos de som. Segundo os PMs, eles teriam recebido denúncia de som alto.

Os cerca de 10 policiais envolvidos na ação levaram os cabos de som da Igreja, embora no momento não houvesse barulho algum no local.

Para a deputada Mara Lima, os PMs cometeram abuso de autoridade e perseguição religiosa. Em vídeo, a deputada afirmou que a Igreja é uma referência no Estado do Paraná, citou a Constituição Federal que fala sobre a “liberdade e consciência  e assegurado o livre exercício de cultos religiosos”.

Mara Lima afirmou que já teria entrado em contato com o secretário de Segurança Pública do Estado.

Assista o vídeo:

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.
  • Edilaine Dourado

    Muitos reclamam.dos som evangélicos. Mas os pancadão isso e uma vergonha. Ninguém respeita hospitais. Etc…carros de som tanto nas ruas. Quanto nas casas.e ninguém reclama. Isso é perseguicao evangélicos