Tuane Rocha, 34 anos, vai desfilar pela Rocinha, na Série A do carnaval carioca

A evangélica que desfilará nua no carnaval do Rio de Janeiro e alegou ter autorização do pastor para isso causou enorme rebuliço entre os fiéis, e de quebra, motivou o pastor Silas Malafaia a comentar o assunto.

O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) gravou um vídeo abordando dois pontos de vista: o que é ser evangélico, nos dias atuais; e a postura da imprensa em relação à comunidade evangélica.

 

“Esse negócio de dizer que é evangélico qualquer um pode falar. Ter carteirinha de membro de igreja não quer dizer nada, não. A pessoa para ser um evangélico autêntico tem que praticar a Palavra de Deus, que obedece. Não é porque gosta de ir na igreja”, comentou Malafaia, demonstrando irritação.

“Não é porque acha bacana, ou canta na igreja [que é evangélico]. Tem que viver o Evangelho”, frisou o pastor. “Lamento muito dizer, essa passista, pode ser qualquer coisa, menos evangélica, porque o testemunho dela contraria nossos princípios e o da Palavra”, acrescentou.

Sobre a imprensa, Malafaia fez as ponderações de sempre sobre a parcialidade dos veículos de comunicação quando se trata da comunidade cristã evangélica: “O que eu acho interessante dessa reportagem é o seguinte: quando é coisa de pastor, de igreja evangélica, eles não vão conferir, não”, esbravejou.
 

Indignado, Silas Malafaia disse que o jornal Extra publicou a matéria “como se pastor evangélico concordasse com nudez”, e acrescentou: “Nós temos a Bíblia, somos seguidores da Bíblia, que condena que se use o corpo como instrumento de cobiça e pecado”.

“Eu conheço a igreja [Projeto Vida Nova]. É uma igreja séria. O apóstolo Ezequiel Teixeira emitiu uma nota, aí eles [jornal Extra] colocaram no online, porque receberam a nota. Agora, porque não foram perguntar ao pastor se a informação dela [passista] era verdadeira ou não? Isso tudo é um joguinho, ridículo”, atacou. Com informações Gospel +

Assista ao vídeo do pastor Silas Malafaia:

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.