Marcelo Miranda – Governador do Tocantins -Foto: Divulgação

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou nesta sexta-feira (17), que o recurso ordinário que pede a cassação dos diplomas do governador Marcelo Miranda (PMDB) e da vice-governadora Cláudia Lelis (PV) está previsto para ser julgado na próxima quinta-feira (23). A sessão tem início às 9h.

Ainda segundo o TSE, o processo foi analisado pela ministra Luciana Lóssio. Marcelo Miranda é acusado de captação ilícita de recursos durante as eleições de 2014. Na época, um avião foi encontrado em Goiás com R$ 500 mil e santinhos de políticos do Tocantins, entre eles o governador.

Entenda
O processo que pede a cassação dos diplomas foi proposta pela coligação ‘A mudança que a gente vê’, do ex-governador Sandoval Cardoso. Os políticos são acusados de captar recursos financeiros de forma ilícita.

No ano de 2014, durante a campanha eleitoral, um avião foi apreendido em Goiás levando R$ 500 mil, além de santinhos do governador Marcelo Miranda. Além disso, de acordo com o Ministério Público Estadual (MPE), o veículo utilizado para levar o dinheiro até a aeronave estava no nome do PMDB.

A denúncia chegou às ser analisada pelo Tribunal Regional Eleitora (TRE), onde o julgamento acabou sendo suspenso após pedido de vistas. Naquela época, o relator do processo, José Ribamar Mendes Junior, se posicionou contrário a cassação. Com informações G1 TO.

COMPARTILHAR

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.