Da Redação JM Notícia

A emenda parlamentar do deputado Eli Borges (Pros), foi assunto tratado durante a realização do I Encontro Estadual do Colegiado de Presidentes de Conselhos Municipais de Políticas sobre Drogas

O presidente estadual do Pros no Tocantins, Eli Borges, conhecido por ser um defensor da família e atuar no combate às drogas, destinou para este ano por meio emenda parlamentar ao Fundo Estadual Sobre Drogas, recursos da ordem de R$ 5 milhões de reais. O recurso já está contemplado no Plano Plurianual (PPA 2017).

A emenda parlamentar do deputado Eli Borges (Pros), foi assunto tratado durante a realização do I Encontro Estadual do Colegiado de Presidentes de Conselhos Municipais de Políticas sobre Drogas, promovido na última quarta-feira, 15, em Palmas, com o apoio da Gerência de Prevenção Sobre Drogas da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju),  e com a participação de representantes de conselhos municipais dos municípios de Palmas, Peixe, Gurupi, Miranorte, Natividade, Araguaína e Nova Olinda, presentes no encontro. 

O objetivo do encontro, que agora será realizado trimestralmente, foi fomentar, unificar e garantir uma maior efetividade das ações da política sobre drogas no Estado. Este ano, o Fundo Estadual Sobre Drogas conta com recursos da ordem de R$ 5 milhões para promover diversas ações nessa área, com base em um extenso calendário de atividades que foi apresentado aos representantes de conselhos municipais dos municípios de Palmas, Peixe, Gurupi, Miranorte, Natividade, Araguaína e Nova Olinda, presentes no encontro. 

Representantes de conselhos municipais de Palmas, Peixe, Gurupi, Miranorte, Natividade, Araguaína e Nova Olinda. – Miller Freitas – Governo do Tocantins –

De acordo com José Américo Júnior, gerente Estadual de Políticas sobre Drogas do Tocantins, o deputado Eli Borges destinou nos últimos dois anos, quase dois R$ 2 milhões de reais para a política de combate às drogas. 

“O deputado destinou R$ 3 milhões para construção da clínica de recuperação de dependentes químicos! se não fosse ele, essa clínica não iria existir”, disse José Américo Júnior.

Américo lembrou ainda que os recursos é infinitamente maior que os R$ 410 mil destinados ao fundo em 2016, e que sugeriu ao deputado para criar um projeto para criar a Semana Estadual Sobre Drogas.

CLÍNICAS

Ainda em 2016, durante pronunciamento na Assembleia Legislativa, o deputado Eli Borges afirmou que os R$ 420 mil destinados pelo governo para a prevenção das drogas são insuficientes para atender à demanda no Estado. De acordo com o deputado, esse valor não dá para pagar nem as internações dos dependentes em tratamento,  criticou o fato de o Tocantins não possuir unidades de internação compulsória de viciados, e defendeu a construção desses estabelecimentos em Palmas, Gurupi e Araguaína.

Pesquisa

Neste momento está sendo realizada uma pesquisa em 69 municípios tocantinenses pela Universidade do Tocantins (Unitins), custeada pela Seciju, que vai traçar o exato perfil dos usuários de drogas no Estado. “Trata-se de uma pesquisa domiciliar, mas também institucional junto às entidades que atendem os dependentes, que concluiremos ainda neste primeiro semestre”, explica José Américo Júnior, gerente Estadual de Políticas sobre Drogas.

Ele apresentou ainda aos presidentes dos conselhos o Centro de Atendimento do Núcleo de Atenção ao Dependente Químico (Acolher – Um Recomeço), que será inaugurado em Palmas no próximo mês de março, ofertado pelo Governo do Estado

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.