Por –  Vieirinha

PONTO & VÍRGULA – Vieirinha

O jeito de se fazer politica tem uma dinâmica no debate dos assuntos pertinentes a população; é ampliado aos pontos que se percebem na existência dos projetos próprios que não satisfazem o interesse da comunidade, muitos deles acabam parados e outros nem terminam, isso custa dinheiro e tempo. Essas formalidades é de fato o direito do cidadão que é mantenedor das despesas, ele deve ser prioridade e não causador de problema, mas uma parte da população não tem interesse e se abstém ficando longe do assunto da politica, afinal os representantes que elegemos, sejam eles, deputados, vereadores, afinal não podemos discriminar todos, ainda temos bons pensadores e realizadores que   filtram as boas ideias aprimorando as ações de relevância para a população.

Não sabemos até onde vai, sabemos que tudo gira em torno do poder e quem está dentro não quer sair, aqueles que estão de fora querem entrar; na politica é assim; procure manter o inimigo perto porque longe é um perigo constante, esse sistema não teme o pobre que tem sede, fome e esperança de justiça, honestidade, integridade são valores importantes é preocupante não ouvir o grito dos violentos, dos corruptos, dos desonesto, dos sem caráter e dos sem-ética. Na verdade é uma pena não ter detector de mentira. Que pena desse povo que elegem corruptos e esses não são  vítimas, e sim cúmplices,  comece a pensar em dá um basta nesta situação.

É muito desagradável e real que milhões de brasileiros votaram contra a Corrupção pela a internet, projeto entregue pelo Ministério Público Federal (MPF) à Câmara dos Deputados no início do ano. E logo em seguida o procurador da República, que coordena as investigações da Operação Lava Jato, ele,  tornou-se a estrela no plenário da Câmara ao dizer que a punição dos crimes de corrupção no Brasil é “uma piada de mau gosto”. O motivo é que apenas 3% desses crimes são apurados no País. A corrupção é suprapartidária, é sorrateira, mata, destrói hospitais, para alguns na tentativa de amordaçar ou estancar a Operação Lava Jato e de silenciar a imprensa.

 O que podemos fazer para acabar de vez com essas tentativas dos políticos corruptos de calar o que foi conquistado para todos? Também não podemos culpar a politica e saber separar o que é politico e o que é politica. O que devemos fazer? Impor essas regras maldosas? Somos impotentes?  Anestesiados? Estamos envergonhados diante desta situação insuportável, se eles não devem, por que, então, tamanha gana para modificar a legislação vigente?  E tenho dito.

Entre Linhas

,,,,,,,,

Ex-prefeitos de Dueré e Cariri do Tocantins são processados por improbidade administrativa.

Triste com o falecimento do jornalista Iberê Barroso, o vereador Lúcio Campelo usou a tribuna nesta quinta-feira, 02, para expressar seu pesar e repudiar a postura da Prefeitura de Palmas em negar que o sepultamento do Jornalista ocorresse em Taquaruçu, lugar que ele amava e queria ser sepultado.

………

Em discurso, Alan Barbiero defende atividade pesqueira com a meta de fomentar economia no Tocantins

Em discurso proferido recentemente, na Tribuna da Casa, Barbiero defendeu a atividade pesqueira como alternativa para alavancar a economia do Estado.

………

Vereador Vandim se abstém em votação da Planta de Valores de Palmas: “Este não é momento para isso”

O Parlamentar foi a favor da aprovação do Orçamento 2017.

……….

Após troca de farpas, Câmara aprova Orçamento e aumento da Planta de Valores Genéricos

Com 15 votos favoráveis e dois votos contrários, o Orçamento da Capital, que prevê R$ 1,3 bilhão para as ações do município, foi aprovado em turno único de votação.

………..

Vereador Léo Barbosa vota contra Revisão da Planta de Valores de Palmas

A Revisão da Planta de Valores foi aprovada com aumento médio de 35%.

SENADO

Quem articular para disputar o Senado, é o deputado Federal César Halum, presidente do PRB no Tocantins. Halum pode compor chapa com o atual prefeito de Amastha Carlos Amastha.

GOVERNO – A ex-ministra Kátia Abreu começou as movimentações em busca de alçar voos maiores no Estado – assumir o posto de governadora do Tocantins. Reuniões com prefeitos, vereadores, empresários são constantes.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.