Da Redação JM Notícia

Separado há um ano e meio da cantora Joelma, que alega ser evangélica da Assembleia de Deus e da Adventista, Ximbinha, o ex-esposo da cantora resolveu voltar ao assunto e falar das brigas que motivaram o fim do casamento dos dois, em agosto de 2015.

Segundo, o portal Extra, o guitarrista gravou uma participação no quadro “Elas querem saber”, comandado por Val Marchiori e Thammy Miranda, e na ocasião, Ximbinha acusou o pastor da igreja que ela frequentava por ser o pivô da sua separação com Joelma. O teor da entrevista, que ainda não foi ao ar, foi publicado no blog pessoal de Val Marchiori.

“Ele fez revelações exclusivas, começou a falar da briga dele com a Joelma, do divórcio e contou por que ele resolveu se separar de vez dela. Disse que a ‘culpa foi do pastor’. Que ela começou a dar tudo para Igreja, que ele não aguentava mais. Que ‘deu fazenda, carro, apartamento e muito mais para Igreja’… Que ele acordava e o pastor estava na casa, estava lá com eles! Que tinha culto, gritaria, muita reza e tudo mais! Hello! Não é fácil, não! Mas essa é a versão dele… Não dá para saber o que realmente aconteceu!”, disse Val Marchiori.

Segundo a apresentadora, Ximbinha também confirmou a notícia publicada no site EXTRA, de que Joelma teria colocado fogo nas roupas e nos sapatos dele.

JOELMA X igreja

“Costumo dizer que minha igreja é Cristo, mas eu frequento duas igrejas, Adventista e a Assembleia de Deus. A Adventista porque eles sabem muito da Bíblia, eu estudo a Bíblia com eles. E eu gosto muito dos louvores da Assembleia”, explica ela à revista Veja.

Joelma diz que sua família toda é evangélica e que ela segue a religião desde pequena. “Mas foi depois que eu fundei a Calypso mesmo que eu fui mergulhando mais nesse mundo. Foi onde eu encontrei todas as respostas de que eu precisava, no lado espiritual e profissional, a base para tudo na minha vida.”

DEIXE UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.