Por Katiuscia Gonzaga

No Tocantins, vereador pede esclarecimentos sobre livro que faz apologia ao satanismo

No Tocantins, o vereador palmense Filipe Martins (PSC) protocolou, na última quinta-feira, 9, requerimento pedindo ao secretário de Educação do município de Palmas/TO, Danilo de Melo, que apresente de forma urgente, esclarecimentos sobre o livro “A Máquina de Brincar” de Paulo Bentancur.  De acordo com o parlamentar, o livro faz, claramente, apologia ao satanismo e já teria sido distribuído em diversas escolas da capital.

Em um dos trechos de um dos poemas contidos no livro, intitulado: “O diabo que me carregue”, está escrito: “Ó diabo, meu grande amigo, vem, vem brincar comigo. A tua testa é coroada por duas guampas afiadas”. Em outra estrofe, o poema diz o seguinte: “Ó diabo, meu grande amigo, vem, vem brincar comigo. Todos os filmes de terror tu escreveste com amor”.

Outro fato assustador e que chama atenção, é que o livro tem partes para ler no claro, e outras, no escuro. 

Para o vereador Filipe Martins, se for comprovado que o livro já está nas escolas, o ideal seria retira-los de circulação, já que não haveria cunho pedagógico no material. “Não podemos permitir que nossas crianças sejam expostas a tais conteúdos. As crianças vão à escola para aprender matemática, português, ciências, etc, não para saber sobre diabo, e muito menos invocá-lo”, disparou.

Ainda no livro “A máquina de Brincar”, o autor Paulo Bentancur descreve Deus como “criança pequenininha com medo de descer do céu”. Num trecho do poema “O que Deus nos deu”, consta: “Quem já viu a sua cara, quem já falou no ouvido desse pai tão escondido. Eu ainda não”.

Segundo informações da Diretoria de Educação de Palmas, levantadas pela assessoria do parlamentar, o livro já estaria disponível nas escolas de Palmas e  a distribuição teria sido feita pelo Programa Nacional de Leitura  Didática (PNDL). 

Câmara de Goiânia repudia

Na última semana, a Câmara Municipal de Goiânia repudiou a distribuição do livro “A Máquina de Brincar”.  O vereador Rogério Cruz (PRB) subiu à tribuna para apresentar requerimento assinado por 35 vereadores que pede ao ministro da Educação, José Mendonça Filho, que apresente esclarecimentos sobre a adoção do livro “A Máquina de Brincar”.

Para o vereador Rogério Cruz (PRB), a obra faz “um culto a Satanás e debocha de Deus”. Eles também apresentaram uma nota de repúdio.

Repercussão Nacional

A psicóloga Cristã Marisa Lobo, uma das mais bem conceituadas do País, comentou durante entrevista concedida ao JM Notícia nesta quinta-feira, 9, acerca da distribuição do livro “A Máquina de Brincar” do autor Paulo Bentancur em escolas públicas, pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC).  

Para Marisa Lobo, o MEC está impondo uma religião satanista nas escolas públicas do país

De acordo com a psicóloga, “embora eles tentem passar que é uma brincadeira, quando fazem essa invocação aos demônios, na verdade têm a clara intenção de desconstruir a fé em Deus, das crianças. Ele é feito para que as crianças vejam o diabo como uma pessoa boa, isso com a meta de desconstruir a fé em Deus que elas têm”, analisou.

Atenção: Os comentários são de inteira responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Jornal.